Cientista estima o risco de contrair COVID-19 na piscina

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

16 de junho de 2020

A água da piscina não é perigosa, pois são adicionados desinfetantes, afirma o professor Georgy Frolov.

“A água em si não é perigosa, porque desinfetantes especiais são usados no processamento. O vírus não estará presente nesse ambiente”, acredita o especialista.

Para Frolov, entre os lugares perigosos estão os chuveiros, banheiros e vestiários. O uso de toalhetes antibacterianos e desinfetantes após tocar em superfícies diferentes ajudará a reduzir o risco de infecção. Depois de sair da piscina, tome um banho.

“Mesmo se o vírus entrar em contato com o corpo, então no chuveiro você o lavará. É necessário lavar o rosto e as mãos com sabonetes e manter uma distância social”, acrescentou Frolov.

Nos centros fitness de Kaliningrado, depois de relaxar as restrições associadas a COVID-19, o treinamento em grupo e as aulas nas piscinas continuaram proibidos.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com