China pune proprietário do TikTok

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

26 de junho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A China puniu o serviço de vídeo Xigua Video (de propriedade da ByteDance, também proprietária do aplicativo TikTok) por "conteúdo vulgar".

Além disso, os serviços de streaming Huya Live e DouYu, administrados pela Tencent, foram afetados. Eles são obrigados a parar de registrar novos usuários.

O relatório da Administração do Ciberespaço da China disse que esses serviços "partem dos valores socialistas" e "estragam a atmosfera da sociedade" ao transmitir "danças obscenas, piadas vulgares".

Os serviços Huya e DouYu relataram que "congelaram as atualizações" a partir de 23 de junho de 2020, sem explicar os detalhes. O ByteDance não realizou comentários.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com