Brasil: ator Paulo Gustavo morre de covid-19

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

4 de maio de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Paulo Gustavo

O ator Paulo Gustavo morreu pouco após as 21 horas desta noite no hospital Copa Star, na zona sul da cidade do Rio de Janeiro.

Ele estava internado na UTI desde o dia 13 de março passado, após o agravamento dos sintomas de covid-19.

No final desta tarde, após veículos de imprensa noticiarem sua morte horas antes, um Boletim Médico foi emitido comunicando que seu quadro era irreversível, mas que ele ainda estava vivo. “Após a constatação da embolia gasosa disseminada ocorrida no último domingo, em decorrência de fístula brônquio-venosa, o estado de saúde do paciente vem deteriorando de forma importante. Apesar da irreversibilidade do quadro, o paciente ainda se encontra com sinais vitais presentes”, dizia o Boletim, que foi reportado em formato de “breaking news” na CNN Brasil.

Nascido em Niterói, Paulo era casado com o dermatologista Thales Bretas, com o qual teve filhos gêmeos gerados através de uma barriga de aluguel e que têm 2 anos e meio de idade.

ECMO

Paulo chegou a ser submetido ao procedimento de ECMO}, que levou a outro problema: sangramentos. Em meados de abril, ele necessitou de algumas transfusões de sangue e as atrizes Claudia Raia e Monique Alfradique estão entre os artistas que doaram sangue em nome do humorista.

Nova piora do quadro

No domingo, o ator teve uma embolia gasosa sistêmica que piorou ainda mais seu quadro de saúde e seu estado foi considerado de "extrema gravidade", uma vez que o problema havia afetado seu sistema nervoso central.

Pouco antes deste agravamento, os médicos haviam reduzido a sedação do ator e ele havia interagido um pouco com os profissionais da saúde que o atendem, mas acabou tendo uma piora súbita.

Polêmica

Hoje à tarde, o termo “Paulo Gustavo” chegou a ficar nos topic trends do Twitter, devido à cobertura dada pelo Balanço Geral, da Record TV, à chegada da família do artista ao hospital, o que foi considerado por muitos internautas como sensacionalismo.

O Em Off, do portal Ig, chegou a divulgar a morte do ator, o que fez a atriz Tatá Werneck, amiga e companheira de trabalho do ator, fazer um post nas redes sociais pedindo que a mídia não divulgasse notícias falsas. “A situação dele é grave, mas mesmo assim é muito cruel darem uma notícia, tirarem as chances e as esperanças. Paulo está vivo. Permanece lutando. Sabemos da dificuldade e da gravidade, mas, por favor, não deem notícias para ganhar likes”, escreveu.

Carreira

Paulo ficou conhecido pelo monólogo Minha Mãe É uma Peça, o qual, em 2013, virou um longa-metragem. O filme tornou-se o mais assistido do ano no Brasil e em 2015 foi publicado como um livro pela editora Objetiva. Devido ao enorme sucesso de crítica e público, em 2016 foi lançado Minha Mãe é uma Peça 2 e em 2019, Minha Mãe É uma Peça 3.

Notícias Relacionadas[editar]

Fontes[editar]

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit