Bielorrússia nomea Oleg Kravchenko como embaixador nos EUA

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

20 de julho de 2020

O presidente da Bielorrússia, Alexandr Lukashenko, nomeou o vice-ministro das Relações Exteriores, Oleg Kravchenko, como embaixador deste país nos Estados Unidos.

A decisão de Minsk e Washington de restaurar a representação diplomática ao nível de embaixadores foi anunciada no outono passado, durante a visita do vice-secretário de Estado dos EUA, David Hale, à Bielorrússia.

O presidente dos EUA, Donald Trump, no início de maio deste ano nomeou Julie Fisher, vice-secretária de Estado adjunta da Europa Ocidental e União Europeia, para o cargo de embaixadora em Minsk.

Em 2008, as autoridades bielorrussas retiraram seu representante de Washington, após sanções dos EUA, impostas por numerosas violações dos direitos humanos e rompimento da "Lei de Democracia na Bielorrússia", adotada em 2004 pelo Congresso dos EUA.

O documento exige a libertação de presos por motivos políticos ou religiosos — principalmente membros da oposição e jornalistas independentes —, fornecer uma explicação abrangente dos desaparecimentos de figuras e jornalistas críticos, interromper repressões contra a mídia independente, sindicatos e ONGs, além de eleições presidenciais e parlamentares livres e justas.

O diplomata visitou Washington várias vezes nos últimos anos, participando de mesas-redondas e eventos conjuntos com o Departamento de Estado dos EUA.

Em entrevista, Kravchenko disse que os interesses dos Estados Unidos e da Bielorrússia coincidem em várias áreas: “Entre as áreas em que nossos interesses coincidem, em primeiro lugar, a interação na atração de recursos financeiros, o diálogo econômico e energético, a segurança internacional, a cooperação das agências policiais”.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com