Austrália: Terremoto de magnitude 5,9 detectado no nordeste de Victoria

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

25 de setembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Um terremoto de magnitude 5,9 foi detectado na quarta-feira na cidade australiana de Mansfield, que está localizada no nordeste de Victoria. Geociência Austrália afirmou que o terremoto foi registrado em Mansfield às 9:15 hora local com uma profundidade de 10 quilômetros. Cerca de 15 minutos após o evento inicial, um choque posterior de magnitude 4.0 ocorreu perto de Mansfield. A agência declarou que o terremoto é um dos maiores a ocorrer desde a colonização no leste da Austrália.

O terremoto foi sentido em todo o país. A ABC News informou que o terremoto foi sentido nos estados de Victoria, Nova Gales do Sul (NSW), Austrália do Sule Tasmânia, bem como na capital do país, Canberra. Nos subúrbios de Melbourne, prédios de apartamentos foram evacuados, com relatos de danos em prédios e estradas compartilhados nas redes sociais. As autoridades locais confirmaram que não há risco de tsunamis.

De Washington, D.C., o primeiro-ministro australiano Scott Morrison disse que "pode ser um evento muito, muito perturbador para um terremoto desta natureza. São eventos muito raros na Austrália e como resultado, tenho certeza de que as pessoas ficarão bastante angustiadas e perturbadas com isso." Morrison confirmou que estava em contato com o primeiro-ministro do estado vitoriano Daniel Andrews, e que o governo federal australiano estava preparado para fornecer apoio aos vitorianos quando necessário, incluindo a possibilidade de implantar a Força de Defesa Australiana, se necessário.

Embora a Geoscience Australia tenha inicialmente relatado um terremoto de magnitude 6.0, o chefe do Centro de Pesquisa em Sismologia Adam Pascale disse que "achamos que é um mag-5.8 potencialmente neste ponto em Gippsland", acrescentando que o terremoto "sacudiu aqui nos subúrbios do norte de Melbourne por cerca de 15-20 segundos, por isso é um terremoto bastante significativo". Geociência Austrália revisou a magnitude para 5,9.

Mais choques posteriores permanecem uma possibilidade, com Pascale dizendo que "geralmente há uma onda primária e secundária", e o geocientista Mark Quigley dizendo ao The Age "por algo desse tamanho, estamos falando de uma falha que seria da ordem de talvez 5 km de comprimento e três quilômetros de largura. Para um terremoto dessa magnitude, esperaríamos ter centenas de pequenos choques posteriores. Poderíamos ter choques posteriores na faixa de magnitude 4.5."


Fontes



Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit