150 autoridades mundiais alertam sobre os planos de Bolsonaro para uma 'insurreição' em 7 de setembro

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

6 de setembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Mais de 150 parlamentares, ministros e ex-presidentes de 26 países, membros da organização Progressive International, emitiram hoje um alerta sobre o que chamaram de "os planos do presidente Jair Bolsonaro para uma 'insurreição' em 7 de setembro". Entre os que assinaram o manifesto estão o ex-presidente de governo da Espanha José Luis Rodríguez Zapatero, os ex-presidentes Fernando Lugo, do Paraguai e Rafael Correa, do Equador, o filósofo e sociólogo Noam Chomsky e o Nobel da Paz Adolfo Pérez Esquivel, da Argentina.

Já no início, o texto diz que os aliados de Bolsonaro são grupos supremacistas brancos, policiais militares e autoridades públicas de vários níveis. "Há preocupação sobre um golpe na terceira maior democracia do mundo", diz o documento.

O alerta vem um dia antes dos protestos em todo o país, conclamados por Bolsonaro, contra o STF e o Congresso Nacional e poucos dias após novas pesquisas indicarem que a rejeição ao atual presidente está em níveis históricos.

De acordo com o jornal O Tempo, "o termo 'golpe 7 de setembro' disparou na busca do Google nos últimos dias, segundo o Google Trends".

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit