12º aniversário da guerra russo-georgiana foi comemorado na Geórgia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

8 de agosto de 2020

Em 7 de agosto, a Geórgia lembrou o 12º aniversário da guerra russo-georgiana. Representantes das autoridades georgianas, da oposição e também de parceiros internacionais da Geórgia pediram novamente à Rússia que cumprisse o acordo de cessar-fogo de 12 de agosto de 2008.

“A Guerra Russo-Georgiana de 2008 tirou a vida de centenas de nossos cidadãos, incluindo civis. Perdemos nossos soldados heróis, territórios. Foram dias trágicos, após os quais permaneceram grandes dores e graves consequências. Jamais aceitaremos a ocupação”, escreveu o primeiro-ministro georgiano Giorgi Gakharia na rede social Facebook.

A Embaixada dos Estados Unidos na Geórgia expressou apoio ao povo georgiano e pediu à Rússia que retirasse o reconhecimento de independência da Abcásia e Ossétia do Sul, fornecesse acesso irrestrito à ajuda humanitária nas regiões ocupadas e o retorno digno e seguro dos deslocados internos às suas casas.

A Delegação da União Europeia em Tbilissi lembrou também à Rússia o incumprimento das suas obrigações e, ao mesmo tempo, declarou o seu firme apoio à independência, soberania e integridade territorial da Geórgia dentro das suas fronteiras internacionalmente reconhecidas.

A Rússia ainda não comentou o aniversário da guerra, bem como as declarações da Geórgia e seus parceiros. Ao contrário da Geórgia e da comunidade mundial, que acreditam que a guerra começou em 7 de agosto de 2008, Moscou afirma que a data correta seria 8 de agosto.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com