Zelenski prometeu desistir da pensão presidencial

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de outubro de 2020

O presidente Volodymyr Zelenski está pronto para abandonar a pensão presidencial se houver problemas na Ucrânia com o pagamento de pensões aos cidadãos.

Ele afirmou isso em uma entrevista a canais de TV ucranianos, comentando as palavras do primeiro-ministro Denis Shmygal sobre as possíveis dificuldades com o pagamento das pensões em 15 anos.

“Vou desistir da pensão presidencial. Se as pessoas, desculpem, não têm o que comer, por que preciso dessas pensões”, assegurou Zelenski.

O presidente explicou que o primeiro-ministro se referia a possíveis problemas devido ao fluxo de jovens da Ucrânia.

“Os jovens, na situação em que a Ucrânia estava e está, estão saindo. O país inteiro está envelhecendo. O que vai acontecer se não houver empresários aqui, ninguém vai pagar impostos? E por isso ele diz: se não houver empresas, não inclusive zonas econômicas livres, se isso não existir, quem pagará os impostos? Não haverá ninguém — não haverá aposentadoria”, explicou Zelensky.

Lembraremos, Zelenski disse que ele não exclui mudanças de pessoal no Gabinete.

Fontes

Ligação a um site em russo Зеленский пообещал отказаться от президентской пенсииRegioNews, 22 de outubro de 2020

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com