Zelenski promete não aderir quarentena rígida novamente

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de outubro de 2020

A doença "COVID-19" recriada em 3D
Outras notícias sobre a COVID-19
Mapa do surto do coronavírus
Mapa do surto do coronavírus de 2019–2020

A Ucrânia não planeja introduzir quarentena estrita, apesar da confirmação diária de 6 a 7 mil novos casos de coronavírus, afirmou o presidente Volodymyr Zelenski em entrevista a quatro canais de TV.

Ele observou que restrições estritas poderiam parar completamente a economia do país.

Além disso, segundo ele, agora os esforços máximos estão sendo feitos em equipamentos médicos adicionais, suporte médico e número de médicos.

Anteriormente, foi relatado que o Gabinete de Ministros e o Gabinete do Presidente estão considerando cinco cenários para um possível aumento da quarentena na Ucrânia e, para prevenção, eles agora estão simplesmente alertando os ucranianos sobre as consequências do não cumprimento das regras de segurança.

Fontes

Ligação a um site em russo Зеленский пообещал не отправлять украинцев снова на жесткий карантинRegioNews, 22 de outubro de 2020

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com