Wikinotícias:Redação/Mandato de burocrata (07/12/2011)

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Olá a todos. As políticas do projeto definem que o mandato de burocrata deve durar por, no máximo, um ano; sendo necessário renová-lo ou removê-lo; Não consegui achar algo nas discussões antigas que tenha alterado isso. Entretanto, os burocratas anteriores e o atual permaneceram com o estatuto por mais de um ano. Alguém sabe dizer o motivo? Considerando que Sir Lestaty de Lioncourt foi eleito há três anos, não deveria haver uma nova eleição ou remoção do estatuto?” TeleS (D @ R C G) 22h09min de 7 de Dezembro de 2011 (UTC)

Pelo interesse que tem demonstrado por esse projeto achei que já saberia a resposta, mas como parece não saber, ela é bem simples... Na própria eleição ficou estabelecido que nossos mandatos não teriam prazo pra expirar (Os burocratas aqui eleitos terão um mandato com um tempo indefinido de término, contando a partir de dia 12 de outubro de 2008.), por isso mesmo que nunca mais depois de eleitos nos preocupamos com novas renovações. Então, acredito que a resposta para sua pergunta é bem simples, não, não preciso passar por renovação... Att ---- @lestaty discuţie 22h51min de 7 de Dezembro de 2011 (UTC)
Estabelecido por quem? Vejo que isso foi escrito apenas no sumário do Armagedon. Onde está o consenso que decidiu isso?” TeleS (D @ R C G) 23h16min de 7 de Dezembro de 2011 (UTC)
Não sei se reparou mas aquilo foi uma votação, portanto todos os mais de vinte usuários que ali votaram endossaram a mesma. Portanto se quer contestar algo, vá em frente mas está perdendo seu tempo uma vez que como disse está votado e endossado. ---- @lestaty discuţie 23h23min de 7 de Dezembro de 2011 (UTC)
E o que fazer com "Mandato de burocrata estabelecido:1 ano" que consta em "Wikinotícias:Políticas Oficiais", tendo sido legitimamente votado em "Wikinotícias:Votações/Políticas do projetos II"? A política obviamente nunca foi alterada, pois não houve consenso pela alteração... usuários da Wikipédia foram chamados pra votar e provavelmente nem sabiam o tempo do mandato (e não era isso que estava sendo votado). Não houve uma alteração formal. Apenas alguns disseram que o mandato seria por tempo indeterminado. Não houve decisão; não houve consenso. A votação é pela eleição de novos burocratas e não pela alteração em política. Como uma política pode ter sido ignorada durante todo esse tempo? De que ela vale se preferem violá-las?” TeleS (D @ R C G) 23h39min de 7 de Dezembro de 2011 (UTC)

Em primeiro lugar meu caro devo considerar que está gritando ao usar o big? Pois se eu considerar isso devo levar em conta que você está sendo rude, e portanto está violando a regra de civilidade nos projetos. Segundo, não vou ficar discutindo algo que está claro e que você apenas está tentando fazer parecer não claro por quais motivos escusos não sei e pouco me importam. Como disse está votado e endossado. E sim você tem razão quando diz que não houve alteração, pois com o grande números de editores aqui trabalhando eles devem ter deixado passar isso e esquecido de alterar, mas como tudo ficou registrado, tem ai a página que mostra ser legítima a indefinida continuidade do meu mandato (a menos claro que se mude isso em nova votação). Agora vir me dizer que usuários votaram e nem sabiam o que estavam votando, devo lhe dizer um belo me poupe... Se fizeram isso, não é problema meu, cada um é responsável por seu próprio voto e não eu. Resumindo, se não concorda com algo que está votado, realmente não é algo que eu possa resolver. Att ---- @lestaty discuţie 23h54min de 7 de Dezembro de 2011 (UTC)

Deve considerar que eu estou destacando um trecho importante de interpretação única que por algum motivo está sendo ignorado (e aquela pergunta não foi respondida inclusive... o que fazer com aquele trecho?). O que é claro é o texto em negrito logo acima que determina um mandato máximo de um ano. O que é claro é que essa alteração não foi votada, nem consensuada. O que é claro é que a alteração nunca foi feita não por ter sido "esquecida", mas porque ela nunca ocorreu. O que é claro é que burocratas não decidem o tempo de mandato se sobrepondo a uma política. Entre as tantas perguntas não respondidas, deixo mais uma: onde está o consenso que permitiu a criação de uma votação que determinasse a alteração do tempo de mandato para "indefinido"?
Temos uma política que define o tempo de mandato, o que foi votado em local apropriado. Ele não pode ser definido durante uma votação que não foi criada para definir isso. Problema é de quem criou a votação indevidamente e de quem sabia das regras e as ignorou. As políticas existem para que sejam cumpridas. Nada mais claro do que isso. Eu não concordo justamente porque a alteração não foi votada. Poderia haver 100 votos a favor e a alteração na política não poderia ter sido "feita", pois não foi para isso que aquela votação foi criada... com uma nota minúscula falando do prazo indeterminado de mandato. Ora, os usuários estavam ali pra decidir quem seria burocrata e não o prazo de mandato.
Não é conflito de interesse comentar sobre isso quando o seu cargo que está em jogo? Quer dizer, seu comentário responde a algumas perguntas minhas, deixando claro que não houve participação da comunidade na alteração do tempo de mandato, mas sua opinião sobre a manutenção da própria ferramenta deve ser considerada? Eu decidi abrir discussão aqui, pois achei que não haveria receio seu de que a comunidade não o quisesse mais como burocrata e não haveria problema em abrir um novo pedido. Acho, entretanto, que praticamente não existe mais comunidade ativa; talvez por isso o descumprimento da política não foi notado.” TeleS (D @ R C G) 00h44min de 8 de Dezembro de 2011 (UTC)

Se considera que a política está sendo desrespeitada tome uma atitude, é simples e evita que você fique gastando espaço nos servidores com textos gigantes semelhantes às típicas bíblias que costumam usar na Wikipédia. Ah e por favor evite o uso de negrito, ele é considerado ofensivo na internet, e apenas como nota, eu sei ler bem, portanto mais um motivo para que seu negrito seja dispensado. Enquanto pensa no que fazer, continuo seguindo minha vida, pois eu tenho uma. Att ---- @lestaty discuţie 00h53min de 8 de Dezembro de 2011 (UTC)

Você deve ser o único a ter vida. Todos os outros não devem ter... mas, por favor, evite desviar do assunto. Considere comentar sobre sua vida em tópico apropriado, pois não foi bem esse o motivo de eu ter aberto esta discussão e ter ou não ter vida é irrelevante aqui. Nem comento sobre o "argumento" do espaço dos servidores... há realmente um risco "enorme" de faltar espaço.
Já que sabe ler bem, porque ignora as minhas perguntas? Seria interessante não precisar do negrito, mas parece desviar dos pontos cruciais da discussão, em que a contradição ficaria estabelecida, respondendo seletivamente. Se há muitas interrogações acima, é porque há muito a ser respondido (por exemplo, falta esclarecer onde houve o consenso que permitiria a abertura de uma votação com proposta de mandato de tempo indefinido). Enquanto seu mandato dura três anos e vai durar até a eternidade, a política diz que deve durar um ano. Algo impossível. Essa é a contradição inegável.” TeleS (D @ R C G) 01h55min de 8 de Dezembro de 2011 (UTC)

Primeiro não "temos" uma política porque tu não é usuário daqui, mas sim da Wikipédia. Segundo que a votação foi após a política, portanto todo mundo que votou sabia que tinha uma política e que a votação a estava modificando (e mesmo que não estivesse ainda assim votaram por um mandato em indefinido, o que por si só valida o mandato do Lestaty). E já que estamos a ser sinceros e a usar ad hominem aqui, toda a comunidade do Wikinews sabe que teu único interesse é tirar o estatuto dele para que possas recomeçar com a ladainha que não temos adm ativo e que precisamos dos global sysop (ou seja, tu).

Se minha opinião vale de algo, prefiro 10 mil vezes o Sir Lestaty, que foi eleito pela comunidade em votação legitima e não contestata por 3 anos. Agora, podes votar pra tua wiki e deixar o Wikinews em paz, se faz favor. Béria Lima msg 23h38min de 8 de Dezembro de 2011 (UTC)

Não sabia que wikis agora têm donos. Esta é do Lestaty e a pt.wiki é minha? Acha mesmo que eu vou sair daqui pelo simples fato de estar me expulsando? Seu comentário foi tão relevante para a minha saída que... olha eu escrevendo aqui de novo (como se um usuário pudesse expulsar outro, agindo com grosseria). A comunidade é quem? Você e o Lestaty? Eu combato vandalismo desde sempre aqui, enquanto muitos abandonaram este projeto; basta olhar minhas contribuições. O que é preciso pra ser usuário daqui? Não existe isso de "ser um usuário de uma wiki", mas será interessante ver os critérios de seleção. Você, por exemplo, esteve inativa desde janeiro de 2010. Agora que enxerga um cargo de administrador, está copiando notícias da Agência Brasil pra alcançar um número mínimo que possibilite se candidatar. Você é usuária daqui por isso? Eu devo lembrar que não apenas sou usuário daqui (e de todas as outras wikis), mas possuo também direito ao voto, assim como qualquer usuário da pt.wiki com mais de 1000 edições, o que foi decidido por essa comunidade e espero que não seja também ignorado. Isso nada tem a ver com o estatuto de administrador. Queira ler novamente o que eu disse por favor, pois não entendeu. Não quero tirar o estatuto de administrador de ninguém; estou falando do estatuto de burocrata, com tempo de mandato definido por política. Portanto, nada a ver com estatuto de administrador e, consequentemente, nada a ver com a presença de administradores globais. Também não quero tirar o cargo de burocrata de ninguém. Bastaria seguir a política e fazer uma nova eleição. A votação foi após a política, mas a votação foi pra escolher novos burocratas e não pra alterar a política. Há três anos que ela não é contestada, pois não existe praticamente comunidade e há três anos a política não é seguida. Ainda falta de dizer onde foi alterada a política que permite mandato maior que um ano, mas insistem em não responder esse ponto. Chego a pensar que não existe resposta pra isso. Não há nada de "Ad hominem" na abertura deste tópico. Apenas mostro a evidente falta de sintonia entre a política e a prática. O que fazer com aquela frase da política? Mais um comentário que não respondeu a essa pergunta.” TeleS (D @ R C G) 02h59min de 9 de Dezembro de 2011 (UTC)
Façamos o seguinte... eu passo a bola pra usuários da pt.wiki que possuam direito a voto aqui. Trazer outras opiniões permitirá uma análise menos parcial. Isso se faz necessário, já que aqui não há uma comunidade participativa pelo pouco número de membros. Se outros acharem que não há irregularidade, caso encerrado.” TeleS (D @ R C G) 03h17min de 9 de Dezembro de 2011 (UTC)
Teles, isto é um projecto pequeno, com uma comunidade pequena e que por norma tenta resolver as coisas da forma mais prática, não tem muita tendência para criar políticas elaboradas, e votações infindáveis. Há um problema, cria-se uma votação e o problema fica resolvido. Tem sido assim tal como em muitos outros projectos, inclusive a própria wikipédia no início. Levar a discussão para a wikipédia parece-me imprudente, porque é levar para um outro projecto os problemas de cá, além de que a grande maioria não estão por dentro do costumes desta comunidade. O que este projecto precisa é de mais colaboradores, não confusão, até porque até agora nenhum dos que colaboram ou colaboraram no projecto interpretaram as coisas da forma como estás a interpretar, o que por si só já deveria merecer a tua atenção. Alchimista 11h41min de 9 de Dezembro de 2011 (UTC)
Alch, apenas uma coisa para não ficar perdendo tempo com algo que já cansamos de explicar... Pode-se chamar quem quiser da Wikipédia, a Wikipédia é a Wikipédia a Wikinews é a Wikinews. Quando demos a liberdade para os usuários da Wikipédia votarem aqui, apenas demos o direito de voto. (Está liberado o direito ao voto à usuários da Wikipédia que tenham mais de 1000(mil) edições / em: Wikinotícias:Votações/Liberalização do voto à usuários da Wikipédia), não foi dado a eles o direito de mandar nessa wiki ou cá ditarem regras, até porque cada comunidade é soberana. Se os usuários da Wikipédia aqui quiserem fazer algo, deverão passar tudo através de votação, uma vez que quando estabelecemos o direito ao voto, foi para votações e não para consensos. ---- @lestaty discuţie 22h02min de 9 de Dezembro de 2011 (UTC)
As políticas foram alteradas. No sumário está escrito: Alterando a regra conforme consenso e votação aqui e aqui. Não entendi o que tem a ver aquela votação. Ela apenas permite a autonomeação de burocratas e nem cita o tempo de mandato, se referindo apenas ao limite do número de burocratas a ser decidido em outra hora. Enfim, a votação nada tem a ver com tempo de mandato e não serve pra alterar a política. Talvez a discussão que ocorreu na página de discussão da votação sirva. Pelo menos mostra que isso já havia sido sussurrado em algum lugar. Parece suficiente. Eu agradeço que tenha tido o trabalho de ir procurar o consenso. Foi apenas isso que solicitei quando perguntei "Onde está o consenso"; desnecessário haver qualquer outra interpretação. Mesmo que não houvesse consenso, ainda havia espaço pra uma nova eleição e não acredito que haveria perda de ferramenta, mas, de qualquer outra forma, a política estaria sendo descumprida. Estranho o fato de isso só ter sido feito três anos após aquela discussão e o fato de que antes a votação usada pra justificar o tempo atual de mandato tenha sido outra. Enfim, deixa pra lá. Sobre direito ao 'voto', claro que me referia a 'votação', pois é direito ao... voto.” TeleS (D @ R C G) 22h07min de 10 de Dezembro de 2011 (UTC)
Não foi trabalho não meu querido, aquela discussão sempre esteve onde esteve e sempre soube de sua existência, como eu já havia dito anteriormente nós apenas não alteramos a política. Eu poderia ter alterado antes mas queria ver até onde chegaria as ações... Att. ---- @lestaty discuţie 22h16min de 10 de Dezembro de 2011 (UTC)
Se sabia da existência, porque esperou três anos pra alterar a política?” TeleS (D @ R C G) 22h50min de 10 de Dezembro de 2011 (UTC)