Washington Redskins abandona nome devido a conotações racistas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

13 de julho de 2020

Após anos de protestos e controvérsias, o time de futebol americano Washington Redskins, com sede em Washington, disse na segunda-feira (13) que está desistindo do nome devido às críticas de que é ofensivo aos nativos americanos.

O dono da equipe, Dan Snyder, insistiu por muito tempo que não mudaria o nome da equipe. No entanto, menos de duas semanas após o lançamento de uma "análise completa" do nome, a equipe disse que o abandonaria. Os defensores dos direitos dos nativos americanos há muito chamam o nome Redskins de abuso racial.

A posição de Snyder atraiu maior atenção devido à intensificação da discussão sobre identidade racial e étnica em meio a protestos generalizados contra a violência policial.

Snyder também enfrentou pressão de vários patrocinadores importantes. FedEx, Nike, Pepsi e Bank of America se opuseram ao nome que a equipe usou desde 1933, quando ainda estava em Boston. Em breve a equipe anuncia um novo nome.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com