Viacom pede retirada de vídeos do YouTube

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

2 de fevereiro de 2007

Viacom, dona de 4 emissoras de TV, pede a retirada dos vídeos de seus canais das páginas do YouTube.

A Viacom, donas das emissoras MTV, VHI, Comedy Central e Nickelodeon, realizou, por vários meses, tentativas de se chegar a um acordo com o YouTube para ser remunerada pela audiência de seus vídeos.

Em entrevista à agência Mercury News, a Viacom afirmou considerar importante a audiência gerada pelos usuários do YouTube.

Com o fracasso das tentativas, a Viacom enviou hoje uma notificação ao Youtube para a retirada de todos os videos que possui os direitos de distribuição (cerca de 100 mil videoclipes) do site até no máximo a tarde de amanhã (03/02).

A empresa de mídia, baseando-se em estudo de uma consultoria externa, informou que cópias de seus vídeos disponíveis no YouTube já tiveram cerca de 1,2 bilhão de acessos.

Executivos do YouTube estarão no Japão na próxima semana para discutir com os produtores de conteúdo a questão do direito autoral e de distribuição.

O papel do YouTube - Como proteger

O YouTube informou diversas vezes que mecanismos de filtro seriam usados para impedir estes conteúdos, mas ainda não foram instalados. Com isso, o YouTube continua a hospedar e permitir o acesso a um série de vídeos de vídeos piratas.

O presidente-executivo do Google, Eric Schmidt, disse a repórteres na quarta-feira que o YouTube está atuando na introdução de tecnologias, incluindo impressão digital eletrônica para identificar material protegido por copyright.

Fontes