Vacina russa contra COVID-19 criticada nos EUA

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

11 de agosto de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

“A vacina contra o coronavírus criada na Rússia não foi suficientemente testada e é inferior aos desenvolvimentos americanos”, disse Kellian Conway, assistente do presidente dos Estados Unidos, para o canal Fox News.

Segundo Conway, as normas aplicadas nos Estados Unidos são muito mais rígidas do que as adotadas na Rússia. Cientistas americanos chegaram ao terceiro estágio de teste de seis potenciais vacinas e, na Rússia, "eles nem chegaram a isso", diz o assistente do chefe de Estado.

Vladimir Putin anunciou o registro da primeira vacina contra o coronavírus na Rússia. A droga entrará em circulação civil em 1 de janeiro de 2021.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com