Um dos maiores bancos do Chile foi vítima de ransomware

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

9 de setembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Na segunda-feira, 7 de setembro, um dos maiores bancos do Chile, o BancoEstado, foi forçado a fechar todas as suas agências devido a um ataque de ransomware no último fim de semana.

O ataque começou quando um dos funcionários do banco recebeu um documento malicioso do Microsoft Office. Pressupõe-se que após a sua abertura, foi estabelecida uma backdoor na rede corporativa. De acordo com os investigadores, na noite de 4 a 5 de setembro, os invasores usaram uma porta dos fundos para acessar a rede do banco e instalaram ransomware nela. O ataque foi descoberto no sábado, quando funcionários chegaram ao trabalho e não conseguiram acessar os arquivos.

A administração do BancoEstado esperava restaurar silenciosamente as operações do banco, mas o dano do ataque acabou sendo grande demais para ser escondido — o ransomware criptografou a maioria dos servidores internos e computadores dos funcionários. Até 7 de setembro os escritórios ainda estavam fechados.

Felizmente, o ataque não afetou os aplicativos móveis e caixas eletrônicos do banco.

Fontes

ru Один из крупнейших банков Чили стал жертвой вымогательского ПОSecurityLab, 9 de setembro de 2020

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com