Ucrânia: salário mínimo dos professores congelado

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

25 de novembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Conselho de Ministros da Ucrânia suspendeu, até 31 de dezembro de 2021, o efeito da resolução nº 822 de 10 de julho de 2019 sobre a remuneração dos docentes. A decisão foi tomada em reunião extraordinária do governo em 23 de novembro.

Segundo a RegioNews, o documento foi divulgado no portal do Governo.

A resolução exclui a cláusula que determina que, a partir de 1 de janeiro de 2021, o salário oficial de um professor é 3 vezes o mínimo. De acordo com o projeto de orçamento do Estado, o custo de vida a partir de 1 de janeiro será de 2393 hryvnia.

Conforme observado na nota explicativa, a resolução foi adiada por mais um ano "devido à falta de fontes de financiamento não inflacionárias".

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com