Turquia recusa cidadania de alguns uigures

17 de março de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

As autoridades turcas rejeitaram os pedidos de cidadania de alguns refugiados uigures, dizendo que eles eram suspeitos de riscos para a "segurança nacional" ou "ordem social" da Turquia, disseram alguns uigures à VOA.

A “comunicação por telefone” foi a razão pela qual a Turquia rejeitou a cidadania de uma família uigur no ano passado. Embora a família não saiba o que isso significa, organizações de direitos humanos dizem que o termo pode significar que a pessoa que solicita a cidadania se comunicou com alguém ligado a uma organização extremista em outro país, como a Síria.

“O pedido de toda a minha família foi rejeitado, incluindo minha esposa e filhos”, disse um refugiado uigure. Ele pediu anonimato por medo de represálias na Turquia.

Erkin Ekrem, diretor do Instituto de Pesquisa Uigur, com sede em Ancara, disse que o vice-ministro turco do Interior, Ismail Catakli, disse a ele e a outros representantes uigures no ano passado que alguns estrangeiros na Turquia, incluindo uigures da China, eram considerados riscos à segurança nacional.

“Catakli nos disse que não são apenas alguns uigures. Há outros estrangeiros também", disse Ekrem. "Catakli também disse que leva tempo para fazer verificações de antecedentes uma a uma.”

“Ele nos disse que as pessoas deveriam esperar pacientemente sobre seus casos", disse Ekrem. "'Depois de fazermos uma verificação completa dos antecedentes, determinaremos quem é elegível e quem não é.' Foi isso que Catakli nos disse.”

A Embaixada da Turquia em Washington não respondeu a vários pedidos para comentar esta história.

Fontes