Tufão pode ser o último desafio para as já estranhas Olimpíadas de Tóquio

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
2020 Summer Olympics text logo.svg
Jogos Olímpicos de Verão de 2020

25 de julho de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Uma Olimpíada já esquisita pode em breve ficar mais esquisita

Os meteorologistas dizem que a tempestade tropical Nepartak se formou na costa leste do Japão e pode atingir Tóquio na noite de segunda ou terça-feira.

Ainda é muito cedo para determinar o caminho exato da tempestade, mas mesmo um impacto indireto pode afetar os Jogos de Tóquio, especialmente os esportes aquáticos.

Accuweather diz que os primeiros indícios sugerem que Nepartak atingirá a costa como uma tempestade tropical, embora "o sistema que atinge a força de um tufão ao chegar à costa ainda não tenha sido descartado".

A tempestade forçou os organizadores das Olimpíadas a reagendar os eventos de remo de segunda para domingo.

"Os eventos ao ar livre são os de maior risco, já que chuvas fortes e rajadas de vento podem causar adiamento", disse o meteorologista Accuweather Jake Sojda em um comunicado.

"O maior impacto para os Jogos viria obviamente de um golpe direto em Tóquio, onde a maioria dos locais e eventos estão localizados", disse Sojda. "No entanto, mesmo que a tempestade siga mais ao norte ou ao sul de Tóquio, existem alguns locais localizados mais longe da grande metroplex de Tóquio que ainda podem ser afetados".

O clima já influenciou, com os atletas competindo no calor escaldante do verão. As máximas diurnas atingiram 33 graus Celsius com umidade intensa. Alguns analistas disseram que este pode estar entre os Jogos de Verão mais quentes já registrados.

Um arqueiro russo desmaiou na sexta-feira no calor de Tóquio. Atletas e treinadores usaram coletes, ventiladores e guarda-chuvas refrescantes para se proteger.

A tempestade é apenas o mais recente desafio para o que muitos chamam de as Olimpíadas mais estranhas de todos os tempos.

Os Jogos foram atrasados ​​um ano por causa da pandemia do coronavírus. Um recente aumento de casos em Tóquio forçou quase todos os eventos a serem realizados sem fãs.

Atletas, oficiais e jornalistas dos Jogos são obrigados a permanecer dentro de bolhas de proteção rigidamente regulamentadas e são impedidos de vagar pela cidade.

Até o momento, 132 pessoas relacionadas às Olimpíadas testaram positivo para o vírus

Notícias relacionadas

Fontes


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit