Tufão Surigae volta a preocupar: Ilhas Marianas e Filipinas estão em alerta

Fonte: Wikinotícias

25 de abril de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O Surigae (Bising nas Filipinas), ontem, já rebaixado a uma tempestade tropical

O tufão Surigae, que já havia sido rebaixado para tempestade tropical e já tinha se afastado para nordeste, onde era esperado que se extinguisse no meio do Mar das Filipinas, voltou a preocupar, depois de começar a se mover para sudeste.

Alertas foram emitidos ontem e hoje para as Ilhas Marianas e para as Filipinas, onde sua passagem deixou duas pessoas mortas e milhares de outras desabrigadas dias atrás.

No aviso do Pagasa, serviço meteorológico filipino, o alerta é para ventos fortes e mar agitado, com ondas que podem passar de 3 metros nas costas norte e leste de Luzon do Norte e leste de Luzon Central e Sul.

O anúncio do NWS (National Weather Service) dos Estados Unidos para as Ilhas Marianas, principalmente Alamagan, Pagan e Agrihan, também é de ventos fortes, soprando de sudoeste, e mar agitado, além de chuvas intensas.

Não é esperado que a tempestade ciclônica toque terra em nenhum dos países, que, no entanto, podem sofrer com a intempérie até terça-feira.

Tufão histórico

No sábado (17/04), o Surigae - chamado Bising nas Filipinas - chegou a alcançar a categoria 5, a maior existente, chamando a atenção de meteorologistas do mundo inteiro, já que era a primeira vez desde que existem dados oficiais que um tufão com esta intensidade se formou no Pacífico Norte num mês de abril.

Alfredo Graça, do website Tempo de Portugal, da rede Meteored, chamou o Bising de "sistema monstruoso".

Notícias Relacionadas

Fontes