Trump fez viagens de campanha em meio à convenção democrata

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de agosto de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

No primeiro dia da convenção democrata virtual, o presidente republicano em exercício Donald Trump levou sua campanha para o centro-oeste dos Estados Unidos.

Durante paradas eleitorais nos aeroportos de Minnesota e Wisconsin, o presidente acusou seu provável oponente na eleição de ser um fantoche ignorante dos "fascistas de esquerda".

Trump advertiu que a vitória de um partido da oposição nas eleições de novembro significaria a abertura das fronteiras, colapso econômico e outros desastres.

Em um evento na pista do aeroporto em Oshkosh, Wisconsin, Trump disse que "na América sob Joe Biden, ninguém estará seguro" porque o ex-vice-presidente e sua parceira, a senadora Kamala Harris, "são partidários de criminosos e oponentes da polícia".

Ao mesmo tempo, o presidente emitiu um alerta, afirmando que as eleições de 3 de novembro poderiam ser fraudadas.

“Apenas certifique-se de que seus votos sejam contados”, disse ele a seus apoiadores. "Certifica-te, porque só podemos perder nestas eleições se forem fraudadas. Lembre-se disso. Só então podemos perder esta eleição, por isso precisamos ter muito cuidado".

Em 2016, em Minnesota, Trump mostrou que pode competir: Hillary Clinton conseguiu vencer neste estado com muita dificuldade.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com