Temporada de furacões no Atlântico de 2021 chega ao fim como apenas a terceira a esgotar lista de nomes

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

30 de novembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Encerra hoje, oficialmente, a temporada de furacões do Atlântico Norte de 2021, sem nenhum ciclone tropical previsto para as próximas 48 horas nesta região do planeta, segundo atualizações no portal do NHC, que monitora este tipo de fenômeno.

A temporada anual tem início oficial a cada dia 1º de junho e seu final hoje não significa que fenômenos deste tipo não possam se formar nos próximos dias, semanas ou meses, apesar do resfriamento das águas do Atlântico Norte agora ser o grande impeditivo para formação de um ciclone tropical, até a volta do verão no Hemisfério Norte em 2022.

Em 2021, 21 ciclones tropicais – entre tempestades e furacões, dependendo da velocidade de seus ventos – se formaram no Atlântico Norte, esgotando apenas pela terceira vez na história a lista anual de nomes divulgada pela OMM (desde que estes sistemas passaram a ser nomeados por órgãos oficiais). O último nome usado foi o Wanda, uma tempestade que se formou no mar no dia 31 de outubro a partir de um ciclone-bomba que havia atravessado os Estados Unidos de Oeste para Leste. Wanda, porém, não tocou terra em qualquer país, mas causou ventania, agitação marítima e chuvas intensas nos Açores por cerca de uma semana.

As outras temporadas nas quais os nomes foram esgotados foram as de 2005 e 2020.

Notícias Relacionadas

Fontes


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit