Sede do Tribunal Supremo da Venezuela é atacada por um helicóptero

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O edifício do TSJ em 2010.
Foto: Guillermo Ramos Flamerich, Wikimedia Commons.

28 de junho de 2017

Durante la tarde de este quarta-feira, um helicóptero do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas atacou as instalações do Tribunal Supremo de Justiça no centro da capital venezuelana.

Antes de atacar a sede do Tribunal, o helicóptero atacou una festa que se celebrava no interior del Ministério do Interior venezuelano. Em um dos ataques, foram utilizados granadas de mão e fuzis de alto calibre.

Do grupo que organizou o ataque, só uma pessoa, Óscar Pérez, que é inspetor da polícia científica, piloto, buzo de combate, paraquedista e ator, tinha revelado sua identidade. No helicóptero foi exibido una faixa que levava a inscrição "350 Libertad" (350 Liberdade), em referência ao artigo 350 da Constituição venezuelana atualmente vigente. O governo venezuelano já emitiu um alerta vermelho da Interpol contra sua pessoa. O helicóptero utilizado no ataque foi encontrado posteriormente no estado de Vargas, ao norte de Caracas.

Óscar Pérez publicou vídeos nas redes sociais fazendo um pedido à rebelião, as quais foram posteriormente eliminados pelas respectivas redes sociais. O grupo que realizou estes ataques no helicóptero foi classificado pelo presidente, Nicolás Maduro como "golpista".

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati