Sede do Tribunal Supremo da Venezuela é atacada por um helicóptero

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O edifício do TSJ em 2010.
Foto: Guillermo Ramos Flamerich, Wikimedia Commons.

28 de junho de 2017

Durante la tarde de este quarta-feira, um helicóptero do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas atacou as instalações do Tribunal Supremo de Justiça no centro da capital venezuelana.

Antes de atacar a sede do Tribunal, o helicóptero atacou una festa que se celebrava no interior del Ministério do Interior venezuelano. Em um dos ataques, foram utilizados granadas de mão e fuzis de alto calibre.

Do grupo que organizou o ataque, só uma pessoa, Óscar Pérez, que é inspetor da polícia científica, piloto, buzo de combate, paraquedista e ator, tinha revelado sua identidade. No helicóptero foi exibido una faixa que levava a inscrição "350 Libertad" (350 Liberdade), em referência ao artigo 350 da Constituição venezuelana atualmente vigente. O governo venezuelano já emitiu um alerta vermelho da Interpol contra sua pessoa. O helicóptero utilizado no ataque foi encontrado posteriormente no estado de Vargas, ao norte de Caracas.

Óscar Pérez publicou vídeos nas redes sociais fazendo um pedido à rebelião, as quais foram posteriormente eliminados pelas respectivas redes sociais. O grupo que realizou estes ataques no helicóptero foi classificado pelo presidente, Nicolás Maduro como "golpista".

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati