Saddam Hussein está morto

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Na Wikipédia há um artigo sobre Saddam Hussein.

30 de dezembro de 2006

Saddam Hussein, presidente deposto do Iraque, foi executado pouco depois de 6:00 da manhã de sábado na hora local, depois de um tribunal iraquiano condená-lo à morte por crimes contra humanidade.

Três canais de televisão iraquianos divulgaram primeiro a notícia de que Saddam Hussein fora executado. A última tentativa da defesa de Saddam foi recorrer a um um juiz dos EUA na sexta-feira para que ele impedisse a execução, tendo em vista que havia um processo contra Saddam em Washington. O juiz americano Colleen Kollar-Kotelly por sua vez argumentou que os tribunais americanos não tinham jurisidição para interferir numa decisão da Justiça Iraquiana.

Saddam foi considerado culpado pela morte de mais de 148 pessoas entre a população xiita, entre outros crimes.

Algumas testemunhas disseram que a execução ocorreu dentro da chamada "Zona Verde", de Bagdá; porém a Fox News divulgou que a execução aconteceu do lado de fora da "Zona Verde." Segundo uma testemunha "a execução seguiu rigorosamente a prática islâmica, sem a presença de nenhum ocidental. Barbeado e aparentemente assustado, Saddam teria gritado: 'Vida longa para a Jihad!'. O corpo teria sido levado de helicóptero para o local de enterro acertado com a família."

Tão logo ocorreu a execução algumas agências de notícias árabes, entre elas a Al-Arabiya e a Al-Ahurra, divulgaram a informação. O website do canal de televisão Al-Arabiya, já mostrava a notícia em árabe de que o ex-presidente iraquiano fora executado minutos depois de o facto ter ocorrido.

Assim que tomaram conhecimento, as agências de notícia ocidentais começaram a repassar e a investigar a informação divulgada por órgãos de imprensa árabe sobre a execução de Saddam. A agência de notícias AFP foi uma das primeiras agências de notícias ocidentais que deu praticamente como certa a morte do ex-presidente iraquiano.

Este artigo sofreu uma grande atualização em 08:39, 30 dezembro 2006. Clique aqui para ler a versão anterior.

Ver também

Referências

Fontes