RedeTV! paga parte dos salários atrasados de 2011

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

29 de dezembro de 2011

Diante da pressão feita pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo (que ameaçou entrar com ação no Ministério do Trabalho caso a emissora não remunerasse seus profissionais) e da parte da imprensa que noticiava sobre os atrasos de salários, alguns com até quatro meses, a RedeTV! pagou parte dos salários atrasados de seus funcionários na semana passada.

De acordo com a coluna Outro Canal, a primeira foi realizada na tarde da última sexta-feira, dia 23 de dezembro, a outra parte deverá ser depositada antes da virada do ano novo. Segundo a coluna Zapping, os funcionários já sinalizaram que o valor devido encontra-se em suas contas.

Como forma de oficializar sua atitude, o canal divulgou um comunicado oficial sobre a iniciativa: “A RedeTV! esclarece que todos os salários de funcionários CLT, incluindo o 13º, bem como todos os pagamentos de prestadores de serviço (PJs) do Departamento de Jornalismo, encontram-se rigorosamente em dia, não havendo, portanto, qualquer pendência da emissora para com seus funcionários ou colaboradores".

Entretanto, após o anúncio, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo ainda não sabe se processará, de fato, a emissora. “O Sindicato questiona o não pagamento dos salários em dia e analisará em janeiro, após o retorno do recesso de final de ano, a decisão de acionar a Justiça. No entanto, destaca a determinação e coragem dos jornalistas na luta pelos seus direitos, que não se calaram diante de situação difícil. Nosso total apoio às reivindicações dos trabalhadores”, observou, a organização, em seu site.

Histórico[editar]

A RedeTV! vive na maior crise desde que surgiu em 1999, exatamente há 12 anos, quando nos primeiros meses de 2011, depois fazer altos investimentos em equipamentos moderníssimos do que as principais concorrentes (TVs Globo, Record, SBT, Bandeirantes) nos últimos quatro anos, que o fez ser a única em programação de TV brasileira em 100% HD e que transmite alguns programas em 3D, o que não significou um aumento de audiência dos programas, pois a maioria não ultrapassam 5 pontos.

Nos últimos meses de junho e setembro, o canal chegou a pagar somente 25% dos salários dos profissionais. Porém, pouco depois, o valor foi acertado.

Em setembro, o canal passou a terceirizar ainda mais espaços em sua grade de programação, destinando-os às igrejas (evangélicas, como sempre) e televendas, o que ainda não tem sido suficiente para fechar caixa em outubro e novembro.

Paralelo a isso, foram investidos nos últimos meses novos programas, os donos da emissora Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho, não sentem os efeitos da crise como a maioria dos funcionários. Dallevo e sua esposa Daniela Albuquerque, apresentadora do Manhã Maior, recém inauguraram uma das maiores mansões do Brasil no bairro Alphaville, em São Paulo. Carvalho adquiriu há aproximadamente um ano uma cobertura triplex com elevador privativo em um luxuoso condomínio de São Paulo.

Entre outubro e novembro, surgiram pela imprensa as denúncias de atrasos de salários, mas a emissora sempre negava.

As denúncias ganharam força no dia 21 de dezembro, quando a apresentadora Rita Lisauskas, apresentadora do telejornal RedeTV! News, foi afastada no dia anterior (20) após reclamar publicamente do atraso, através das postagens de mensagens no site de relacionamentos Facebook e do micro-blogging Twitter. Até hoje, a apresentadora permanece afastada, mas não demitida.

Notícia Relacionada[editar]

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati