Apresentadora é afastada do telejornal da RedeTV! por denunciar atrasos do salários dela e os funcionários

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Luciana Gimenez em 2011.

25 de dezembro de 2011

Brasil — No dia 21 de dezembro, a apresentadora Rita Lisauskas, do telejornal RedeTV! News, foi afastada no dia anterior (20) após reclamar publicamente do atraso, através das postagens de mensagens no site de relacionamentos Facebook e do micro-blogging Twitter:

Queria só entender como tem empresário que consegue colocar a cabeça no travesseiro e dormir, sabendo que há centenas de profissionais sem salário há no mínimo 2 meses bem na semana do Natal. E o pior: como tem assessor de imprensa (ou seja, coleguinha) que se digna a desmentir o óbvio com a seguinte pérola: 'É mentira desses funcionários, pois os salários estão em dia.' Aos colegas que pensarem em me enviar mensagem pedindo para que me cale nem percam seu precioso tempo. Sou profissional, tenho dignidade, mas não tenho estômago.

Rita Lisauskas, Facebook.

Horas depois de postar no site de relacionamento, na noite do dia 20, ela foi substituída por outra apresentadora, sem prévio aviso, por exemplo, férias.

Denúncias[editar]

Funcionários da emissora de TV RedeTV! denunciam pela imprensa que desde outubro (há dois meses) a ocorrência de atrasos nos pagamentos dos salários, condições degradantes de trabalho e demissões. A RedeTV! pertence Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho, que são casados com as apresentadoras da mesma emissora, Daniela Albuquerque (Manhã Maior) e Luciana Gimenez (Superpop), respectivamente.

A maioria das denúncias são anônimas, pois funcionários pediram não serem identificados pela imprensa por temerem represárias da direção da RedeTV!, pois quem ousa reclamar, é motivo de suspensão dos trabalhos, inclusive até demissão.

Os atrasos de salários não são exclusividade dos funcionários, pois até apresentadores de programas famosos, como Pânico na TV e Superpop (apresentado pela Luciana Gimenez) estão com atrasos. Luciana Gimenez é casada com Marcelo de Carvalho, apesar ser esposa do dono da emissora.

O programa semanal Pânico na TV, exibido nas noites de domingo, os apresentadores estão sem salários há dois meses. Apesar de conseguir acima de 10 pontos, com picos de 15 pontos, na qual faturamento do humorístico e da emissora são altos, mais do que suficiente para pagar o salário da produção do programa, integrantes se sentem desprestigiados na emissora.

O atraso dos pagamentos do programa abre precedente: se o dono do programa, Amaral de Carvalho Filho, o Tutinha, resolver notificar a RedeTV! pelo atraso, por está na clásura de contrato realizado em 2003, o contrato é imediatamente rompido sem pagamento de multa. Caso isto confirme, o programa vai em outra rede.

O Sindicato dos Jornalistas de São Paulo anunciou que acionará o Ministério do Trabalho contra a emissora após sucessivas denúncias de irregularidades na empresa.

Histórico[editar]

A crise financeira na RedeTV! vem se estendendo desde primeiros meses de 2011, uns dos motivos pode ser alto investimento em equipamentos moderníssimos do que as principais concorrentes (TVs Globo, Record, SBT, Bandeirantes), por ser única em programação em 100% HD e única rede que transmite programas em 3D, mas a audiência da maioria dos programas não ultrapassa 5 pontos.

Nos últimos meses de junho e setembro, o canal chegou a pagar somente 25% dos salários dos profissionais. Porém, pouco depois, o valor foi acertado.

Em setembro, o canal passou a terceirizar ainda mais espaços em sua grade de programação, destinando-os às igrejas (evangélicas, como sempre) e televendas, o que ainda não tem sido suficiente para fechar caixa em outubro e novembro.

Paralelo a isso, foram investidos nos últimos meses novos programas, os donos da emissora Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho, não sentem os efeitos da crise como a maioria dos funcionários. Dallevo e sua esposa Daniela Albuquerque, apresentadora do Manhã Maior, recém inauguraram uma das maiores mansões do Brasil no bairro Alphaville, em São Paulo. Carvalho adquiriu há aproximadamente um ano uma cobertura triplex com elevador privativo em um luxuoso condomínio de São Paulo.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati