Presidente da AIEA visita o Japão de 4 a 7 de julho

Fonte: Wikinotícias

1 de julho de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O secretário-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Rafael Grossi, visitará o Japão na próxima semana para revisar a descarga de água contaminada da usina nuclear de Fukushima.

O ministro das Relações Exteriores do Japão anunciou no dia 30 que Grossi visitaria o Japão de 4 a 7 de julho.

A Kyodo News informou que no primeiro dia da visita, Grossi se reunirá com o primeiro-ministro japonês Fumio Kishida e entregará os resultados da avaliação de segurança relacionada ao descarte de água tratada contaminada.

Depois de analisar essa avaliação, sabe-se que o governo japonês finalizará a data de liberação da água poluída, que deveria ser realizada por volta deste verão.

Em meio a isso, um funcionário da AIEA disse que durante a visita de Grossi ao Japão, ele planeja abrir um escritório da AIEA na usina nuclear de Fukushima.

De acordo com a mídia japonesa, depois de visitar o Japão, o presidente Grossi visitará a Coreia do Sul, a Nova Zelândia e as Ilhas Cook, um país insular do Pacífico, para compartilhar o relatório da AIEA sobre a água contaminada de Fukushima e explicar a segurança.

Na usina nuclear de Fukushima, ocorreu um acidente quando o fornecimento de energia foi cortado devido o terremoto e tsunami de março de 2011, causando a explosão do reator.

Agora, após descontaminação, funcionários do governo japonês disseram que planejam diluir a água e liberá-la ao longo de várias décadas.

Notícias relacionadas

Fontes