AIEA aprova descarga de água contaminada de Fukushima

Fonte: Wikinotícias
Especialistas da AIEA em Fukushima

4 de julho de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) concluiu no dia 4 que o plano do Japão de descartar no mar água tratada contaminada armazenada na usina nuclear de Fukushima atende aos padrões de segurança da AIEA.

O secretário-geral da AIEA, Rafael Grossi, reuniu-se com o primeiro-ministro Fumio Kishida em Tóquio no mesmo dia e apresentou um relatório abrangente sobre esses conteúdos.

“Com base em uma avaliação abrangente, a AIEA concluiu que as abordagens e atividades adotadas pelo Japão para descarga de água contaminada são consistentes com os padrões internacionais de segurança relevantes”, disse Rafael Grossi no prefácio do relatório.

“A liberação gradual de água tratada no mar… terá um impacto radiológico mínimo nas pessoas e no meio ambiente”, acrescentou.

Explicando o conteúdo do relatório na coletiva de imprensa, Grossy disse que a AIEA "avaliou o plano de liberação do governo japonês ao longo de dois anos, e a adequação é certa e confiável do ponto de vista técnico".

Grossi visitará a Coreia do Sul por três dias a partir do dia 7 para explicar o relatório ao governo coreano.

Notícias relacionadas

Fontes