Pompeo: negociações do START precisam ser organizadas o mais rápido possível

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

23 de outubro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, saudou a prontidão da Rússia em congelar o número de ogivas nucleares e observou a necessidade de negociações antecipadas, mas enfatizou que Washington não estava satisfeito com o Tratado de Redução de Armas Estratégicas em sua forma atual.

“A Rússia concordou em princípio em congelar todas as suas ogivas nucleares. Estamos muito felizes com isso. Mas devemos garantir que os negociadores americanos e russos se reúnam o mais rápido possível para continuar trabalhando em um acordo verificável”, disse ele em entrevista a repórteres do Departamento de Estado.

Ao mesmo tempo, Pompeo observou: “O presidente Donald Trump deixou claro que o START III não é benéfico para os EUA, nossos amigos ou aliados. Apenas 45% do arsenal nuclear da Rússia está sujeito a restrições quantitativas, o que representa uma ameaça para os Estados Unidos e nossos aliados da OTAN. Enquanto isso, este acordo limita 92 por cento do arsenal dos EUA.”

O secretário destacou que o atual tratado não restringe a China de forma alguma, e lembrou que o governo busca ampliar o tratado, o que seria "uma grande conquista".

O secretário lembrou ainda que China e Rússia buscam derrubar os Estados Unidos da liderança no campo de tecnologias avançadas. Na semana passada, o presidente apresentou uma nova estratégia de tecnologia de ponta, onde o país manterá a liderança em armas convencionais, inteligência artificial e tecnologia espacial.

Fontes

((ru)) Помпео: необходимо как можно скорее организовать переговоры по ДСНВ — VOA, 21 de outubro de 2020