Novo governo mauritano após o golpe de Estado

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

1 de setembro de 2008

Nuakchott, Mauritânia — O Presidente do Alto Conselho de Estado, junta militar que governa Mauritânia desde o golpe de 6 de agosto, nomeou na madrugada de 31 de agosto ao dia 1º de setembro um novo governo, vinte cinco dias depois de assumir. O Gabinete será presidido por Yahya Ould Ahmed Waghf, um antigo embaixador da União Européia e está formado por 28 membros, 22 dos quais ministros. O novo gabinete é formado por tecnocratas e a maioria e só incorpora quatro membros do antigo governo: os titulares da Defesa, Justiça, Justiça, Desenvolvimento Económico e Fazenda. Dias antes, a União Africana, que havia suspendido a Mauritânia da organização e negociar com ela uma saida da crise, havia solicitado aos militares que não tomassem novas medidas para não agravar a situação.

O golpe foi repudiado por praticamente toda a comunidade internacional e com a condenação expressa do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com