Nova Zelândia adia eleições em meio a surto de COVID-19

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de agosto de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O governo da Nova Zelândia decidiu adiar o início das eleições gerais por um mês devido a um surto inesperado de coronavírus na cidade de Auckland. Isto foi afirmado pela primeira-ministra Jacinda Ardern.

“No final das contas, 17 de outubro dá às partes tempo suficiente para planejar as várias condições nas quais faremos campanha”, disse Ardern a repórteres em uma entrevista coletiva.

Ela observou: “Estamos todos no mesmo barco. Estamos todos fazendo campanha no mesmo ambiente”.

As eleições foram originalmente programadas para 19 de setembro. A lei da Nova Zelândia exige que eles sejam realizados até 21 de novembro. A votação preliminar começará agora no país no dia 3 de outubro.

Anteriormente, na Nova Zelândia, pela primeira vez em 102 dias, quatro casos de coronavírus foram registrados fora do isolamento controlado. A quarentena foi introduzida na maior cidade do país, Auckland.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com