Número de mortes por COVID-19 na Índia ultrapassou 50 mil

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

17 de agosto de 2020

A Índia disse na segunda-feira que o número de mortos por coronavírus naquele país ultrapassou 50 mil, depois que mais de 900 pessoas morreram em um dia.

O país ocupa o quarto lugar no mundo em número de mortes por COVID-19, atrás apenas dos Estados Unidos, Brasil e México.

A Nova Zelândia, que marcou mais de 100 dias sem nenhum caso conhecido de transmissão local do vírus, adiou as eleições marcadas para setembro. A primeira-ministra Jacinda Ardern disse que as eleições ocorrerão em 17 de outubro.

As autoridades de saúde da Nova Zelândia relataram na segunda-feira nove novos casos de COVID-19, elevando o número de casos ativos para 78, enquanto a quarentena foi estendida por mais uma semana em Auckland, o principal centro epidêmico.

Na Coreia do Sul, que teve sucesso na redução do número de novos casos, as autoridades de saúde estão tentando conter o surto nas proximidades de Seul, que afeta várias igrejas que se tornaram as principais fontes de transmissão.

O Japão, a terceira maior economia do mundo, relatou as consequências econômicas da pandemia. O governo em Tóquio divulgou na segunda-feira dados que mostram que a economia contraiu 27,8% ano a ano no segundo trimestre. Essa é a maior queda desde 1980, quando os dados comparativos começaram a ser registrados.

Já nos Estados Unidos, os casos se aproximam de 170 mil. De acordo com especialistas da Universidade de Washington, esse número chegará a 186 mil até 1 de setembro e ultrapassará 390 mil até 1 de dezembro.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com