Mitt Romney escolhe Paul Ryan como candidato a vice-presidente

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

12 de agosto de 2012

Wikinews Election 2012.svg
Wikinews Election 2012.png

Ontem, na frente do USS Wisconsin em Norfolk, Virginia, o provável indicado do partido republicano para a presidência, o ex-governador de Massachusetts Mitt Romney escolheu o congressista Paul Ryan do Wisconsin como seu companheiro de chapa.

Paul Ryan prepara-se para entregar seu discurso de aceitação após a introdução de Mitt Romney.

Após uma introdução do governador da Virgínia, Bob McDonnell, que já tinha sido considerado um potencial candidato a vice-presidência, Romney fez o anúncio oficialmente. Ele se referiu a Ryan como "um líder intelectual do Partido Republicano" e inicialmente rotulou Ryan como o "próximo presidente dos Estados Unidos", após corrigir para "próximo vice-presidente dos Estados Unidos" Ryan chegou ao palco.

Ryan, 42 anos, tem representado o primeiro distrito de Wisconsin no Congresso desde 1999 e atua como presidente da Comissão de Orçamento da Câmara. No ano passado, ele foi o autor da proposta de orçamento, O Caminho para a Prosperidade (The Path to Prosperity), que promove a redução dos gastos federais 6,2 trilhões entre o plano de Obama através de uma revogação da proteção dos doentes e da Affordable Care Act, uma reforma do Medicare, e nivelamento das despesas discricionárias federais.

Durante seu discurso de aceitação, Ryan disse que o seu "recorde de fazer as coisas acontecerem no Congresso será um complemento muito útil para o governador Romney e o sucesso do setor privado fora de Washington." Ele acrescentou que a campanha "não vai ignorar as questões difiícil, vamos solucioná-las", e foi após o registro do presidente Barack Obama, argumentando que suas políticas "não fazem as coisas melhorar."

No anúncio, altos funcionários de Obama explicou que a seleção de Ryan "deixa claro que Romney seria um carimbo de borracha para o Partido Republicano do Congresso" e que a escolha fornece a campanha de Obama com "claras vantagens".

Segundo a Reuters, Romney tomou a decisão em 1 de agosto depois de retornar de sua viagem internacional. Quatro dias depois, Ryan foi levado secretamente para Brookline, Massachusetts para conversar com Romney na casa de Beth Myers, que poderia ser candidata vice-presidência. Ryan iria ser anunciado na sexta-feira em Nova Hampshire, mas ele teve que voltar para Wisconsin para participar de um memorial para as vítimas do tiroteio no templo de Sikh.

Depois disso, a campanha decidiu fazer o anúncio na Virgínia, e assim Ryan foi ao estado secretamente, desta vez para Elizabeth City, Carolina do Norte perto de Norfolk, onde se reuniu com Romney e preparou seu discurso de aceitação.

A NBC News anunciou a decisão, e a campanha de Romney anunciou a notícia para os adeptos através de um aplicativo de telefone às sete da manhã, duas horas antes do anúncio oficial.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati