Marco Aurélio critica decisão de prender traficante do PCC

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

11 de outubro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Neste domingo (11), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, criticou o também ministro Luiz Fux após ele ter revertido sua decisão e aprisionado novamente André do Rap, membro do grupo PCC.

Segundo Marco Aurélio, Fux “não é superior a quem quer que seja” e sua decisão quis “dar circo a quem quer circo”. O ministro afirmou ainda que o processo de André do Rap não transitou em julgado, por isso se justifica a soltura: “Não transitou, paciência. Enquanto não transitou em julgado a custódia é provisória, processual”.

Marco Aurélio ainda criticou o Ministério Público e a Polícia Civil de São Paulo: “Se há culpado, é aquele que não renovou a custódia. O Ministério Público que não provocou essa renovação, a polícia, que também não representou pela renovação. Abomino o jeitinho brasileiro”.

André do Rap foi preso em 2019, mas nenhuma sentença foi estabelecida. Autoridades paulistas também criticaram sua soltura na noite de sábado.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit