Mais de 100 mortos e feridos no incêndio em Bangladesh

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

21 de fevereiro de 2019

Pelo menos 81 pessoas morreram e outras 50 ficaram feridas ontem por causa do incêndio em um dos prédios residenciais que ficam no distrito de Chawkbazar, centro da cidade de Daca (capital de Bangladesh) e algumas dezenas de pessoas estão internadas em estado crítico. O indêndio começou na quarta-feira (20) por volta das 23:40 hora local (18:40 em Lisboa e 15:40 em Brasília).

Não está claro como o incêndo começou, no entanto, provavelmente surgiu em um prédio de quatro andares na qual os materiais combustíveis (plásticos e produtos químicos) estavam armazenados e depois distribuídos para outros cinco edifícios de vários andares. Trata-se de edifícios monumentais de cerca três séculos que um dia o distrito já foi cidade próxima da capital.

Antes do incêndio, o edifício residencial que ficava no distrito da capital do país estava em construção e mesmo assim, substâncias inflamáveis ​​estavam sendo mantidas no prédio e outros cinco prédios. Isso significava que muitas pessoas que moravam nas proximidades desses edifícios com materiais inflamáveis, uma parte estava dormindo e outra participando de uma festa de casamento no momento em que o incêndio ter começado.

Acredita-se que todas as pessoas que estavam dormindo e participando na festa de casamento morreram no incêndio e espera-se que o número de mortes aumente. A polícia e testemunhas afirmam que explosões de gás ajudaram o fogo a se espalhar. Aparentemente, muitos dos corpos foram cabonizados que não poderão serem identificados, apenas por exame de DNA.

O distrito de Chawkbazar tinha ruas e casas muitos estreitas na capital. Por causa disso, cerca de 200 bombeiros que estavam em trabalho para extinguir o incêndio, enfrentaram esta desvantagem e a falta d'água. Os bombeiros demoraram extinguir o incêndio que durou entre cinco a 14 horas do início das primeiras chamas de fogo.

Mohammad Firoz vendia cosméticos antes do incêndo. Ele diz que 25 de seus amigos e parentes estão desaparecidos e está preocupado que seu irmão esteja morto. Ele disse que as "chamas se espalharam tão rapidamente". Seu irmão achou que havia um atentado, então fechou sua loja para ajudar no combate às chamas.

Histórico

Bangladesh é conhecida pelos muitos grandes incêndios em áreas densamente povoadas e o incêndio no distrito de Chawkbazar é o segundo acontecer em menos de uma semana. No último domingo, nove pessoas foram mortas em um incêndio em Chittagong.

Autoridades proibiram o armazenamento de produtos químicos no distrito depois de um incêndio letal em 2010. Em outro distrito, um incêndio em 2010 matou 124 pessoas, o incêndio foi agravado por um depósito químico na área.

Em 2013, uma fábrica-edifíco desabou também em Daca e matou mais de 2500 trabalhadores de confecção de roupas para exportação, considerado uns acidentes de trabalhos mais mortíferos no país e no mundo. O desabamento chocou o mundo por causa do elevado número de mortos e da negligência das autoridades fiscalizadoras de trabalho.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati