Líder do protesto tailandês: 'Nossas demandas são extremamente claras'

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Prayuth Chan-ocha O primeiro-ministro da Tailândia (2011)

24 de outubro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Na segunda-feira, o parlamento tailandês abrirá uma sessão especial convocada após o aumento dos protestos que levou o primeiro-ministro Prayuth Chan-ocha a declarar estado de emergência de uma semana na área de Bangkok.

A polícia diz que está preparada para lidar com os manifestantes que exigem a renúncia de Prayuth e a reforma da monarquia. Prayuth descreveu a sessão especial como um passo em direção a encontrar um "caminho intermediário".

Ao contrário dos protestos antigovernamentais anteriores na Tailândia, que viram dois interesses políticos lutando entre si para assumir o poder, o movimento atual é liderado por estudantes e estudantes universitários que pressionam por mudanças sistêmicas. Seu movimento evoluiu com um grupo de líderes vagamente alinhados que se organizam online.

Notícias relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com