Líder das FARC morto conheceu Lula

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

3 de março de 2008

Brasil

O líder narcoguerrilheiro comunista Raul Reyes declarou numa entrevista para o jornal brasileiro Folha de S. Paulo em 24 de outubro de 2003 ter conhecido o atual Presidente do Brasil, Luis Inácio Lula da Silva, durante um dos encontros do Foro de São Paulo.

Conforme publicou a Folha, ao ser indagado se conhecera Lula, Reyes respondeu: "Sim, não me recordo exatamente em que ano, foi em San Salvador, em um dos Foros de São Paulo." [1]

E acrescentou: "Desde então, nos encontramos em locais diferentes e mantivemos contato até recentemente. Quando ele se tornou presidente, não pudemos mais falar com ele".

O líder das FARC também enumerou os contactos da narcoguerrilha comunista no Brasil. Reyes disse: "As Farc têm contatos não apenas no Brasil com distintas forças políticas e governos, partidos e movimentos sociais. Na época do presidente [Fernando Henrique] Cardoso, tínhamos uma delegação no Brasil". Ao ser perguntado quais seriam os contactos mais importantes disse:"Bem, o PT, e, claro, dentro do PT há uma quantidade de forças; os sem-terra, os sem-teto, os estudantes, sindicalistas, intelectuais, sacerdotes, historiadores, jornalistas...(...)Emir Sader, frei Betto [ex-assessor especial de Lula] e muitos outros".

Durante a entrevista o líder narcoguerrilheiro disse que as FARC não estavam envolvidas com o tráfico de drogas.

Notícias relacionadas

Referências

  1. http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u62119.shtml Entrevista do líder guerrilheiro para a Folha de S. Paulo

Fontes