Kim Jong Il morre e é substituido pelo filho Kim Jong-Un

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

19 de dezembro de 2011

Coreia do Norte — O mundo foi surpreendido hoje com o anuncio do falecimento de Kim Jong-il, o líder da Coreia do Norte nos últimos 17 anos. Na televisão estatal Norte Coreana, uma apresentadora vestida de preto e a verter lágrimas deu a notícia aos coreanos e ao mundo.

Kim Jong-Il teria supostamente 69 anos, e liderava o país com mãos de ferro à 17 anos, com uso a um estado de inspiração Estalinista, com o culto do líder, que no caso de Jong-Il era apelado de "Querido líder". Ao longo de quase duas décadas, o seu regime não tolerou qualquer acto de indisciplina ou oposição ao regime, razão pela qual foi apelidado internacionalmente como o chefe de estado mais totalitário e irredutível do mundo.

A partir de 2008, onde sofreu uma apoplexia, as suas aparições públicas tornaram-se cada vez mais raras.

As cerimónias fúnebres estão marcadas para o dia 28 de Dezembro, e o seu filho mais novo Kim Jong-un estará à frente da organização das exéquias,e posteriormente irá suceder ao pai na liderança do país.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati