Kim Jong-un ordena confiscar cães na capital

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de agosto de 2020

Kim Jong-un ordenou o confisco de cães domésticos na capital da Coreia do Norte, Pyongyang, para sua posterior morte. As informações foram divulgadas pelo The New York Post.

O líder norte-coreano disse que os animais de estimação representam o "declínio" ocidental. Kim Jong-un emitiu um mandado de prisão para os animais de estimação em julho, alegando que eles faziam parte da "ideologia burguesa corrompida".

“Pessoas comuns criam porcos e gado, e funcionários de alto escalão e os ricos têm seus próprios cachorros, o que causa certo ressentimento entre as classes mais baixas da sociedade. As autoridades identificam as famílias que têm cães em casa e os forçam a entregá-los ou confiscá-los à força para morrer”, disse o jornal.

Em Pyongyang, os donos de animais de estimação temem que, devido à escassez de alimentos na Coreia do Norte, tenha surgido uma ordem para alimentar as pessoas com esses animais.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com