Juiz Thomas Griesa declara em desacarto à República Argentina

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

29 de setembro de 2014

— [[Categoria:]]

Thomas Grisea juiz em Nova York declarou em desprezo da Argentina por calote em chamados "fundos abutres". O Estado argentino deveria pagar uma multa diária de US $ 50 000.

Paralelamente a essa medida, o Banco Central da Argentina efetuou o primeiro pagamento de uma dívida em uma conta de confiança que a entidade mantém com o Banco da Nação, sob a lei do pagamento Soberano. Esta terça-feira é a data do vencimento do par de ligação e é a primeira substituir o Bank of New York Mellon como agente e o pagamento do depósito será de pelo menos 200 milhões de dólares.

O juiz afirmou que Griesa é inadequado aplicar sanções econômicas e violação de fracasso, embora as medidas foram ordenados por fundos abutre para aplicar a figura do desacato. O pedido tinha sido feito por esses fundos, mas foi negado, mas agora passos ilegais que compõem a figura do desacato ocorreu, disse o juiz de Nova York.

Lá docuementos, discursos e leis, mostrando que o país sul-americano não tem a intenção de pagar ao Bank of New York, mas fazê-lo através do National Trust e em setembro o Congresso argentino aprovou uma lei de troca de dívida, a fim de pular na medida juiz de pagar apenas 92% dos detentores de títulos reestruturados do país, os movimentos que o juiz considerou "ilegal"

De acordo com Eric LeCompte, o caso da Argentina mostra a necessidade de um processo de falência que leva à negociação para todos os investidores, este é o caminho para ter acordos benéficos, e não o interesse particular de alguns.

Fontes[editar]

  • Em Português . [http:// ],
  • Em Português . [http:// ],