Jornalista cubano recebe alimentação via intravenosa

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

14 de julho de 2006

Guillermo Fariñas, jornalista cubano e diretor da agência noticiosa independente Cubanacán Press, suspendeu a sua greve de fome e passou a receber alimentação intravenosa em 30 de junho, informou a organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF). A informação foi dada ao RSF por Niurvys Díaz Remond, da Cubanacán Press.

Segundo Fariñas, ele pretendia manter a sua greve de fome enquanto o governo cubano não permitisse o acesso livre à internet em Cuba.

O jornalista deu entrada no hospital de Villa Clara em 8 de fevereiro, em avançado estado de desnutrição, onde foi convencido pelos médicos a voltar a alimentar-se.

Ver também


Fontes