Jair Bolsonaro demite ministro da saúde

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

17 de abril de 2020

Cerimônia de posse do novo ministro da saúde Nelson Teich

Em meio à crise do novo coronavírus, Jair Bolsonaro demitiu ontem o ministro da Saúde, Luis Henrique Mandetta, que estava em desacordo com os posicionamentos do presidente. Enquanto Bolsonaro pede a abertura do comércio e compara a doença a uma "gripezinha", Mandetta destacava as recomendações da Organização Mundial de Saúde que defende o distanciamento e isolamento social.

Seu substituto é o médico e empresário Nelson Teich. Ele nasceu no Rio de Janeiro, é especializado em oncologia pelo Instituto Nacional de Câncer, tendo se formado na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj). Teich foi um consultor informal de Bolsonaro durante sua campanha eleitoral em 2018, além de ter sido assessor entre setembro do ano passado e janeiro deste ano do Ministério da Saúde.

Não queremos vencer a pandemia e chamar o doutor Paulo Guedes para solucionar as consequências de um povo sem salário, sem dinheiro e quase sem perspectivas em função de uma economia que está sofrendo muito reveses

Jair Bolsonaro

Durante a posse, Bolsonaro pediu que Teich tenha equilíbrio entre reduzir o número de mortes pelo coronavírus e não afetar a economia, em meio a proibição da abertura do comércio não essencial por causa da pandemia de COVID-19. "Junte eu e o Mandetta e divide por dois, pode ter certeza que você vai chegar naquilo que interessa para todos nós", afirmou o presidente. Atualmente, o Brasil registra 30.425 casos confirmados, incluindo 1.924 mortos.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com