Hamilton desbanca Verstappen, vence o GP do Bahrein e bate mais um recorde de Schumacher

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

28 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Na noite deste domingo (28), o britânico Lewis Hamilton (Mercedes) conquistou a vitória do GP do Bahrein de Fórmula 1. O heptacampeão mundial triunfou em meio a uma enorme batalha com o neerlandês Max Verstappen (Red Bull Racing), que desponta como seu maior adversário na atualidade. O britânico de 36 anos segurou a pressão do neerlandês de 23 anos mesmo sem ter o melhor carro e abriu a temporada de 2021 com uma vitória. Verstappen chegou a ultrapassar Hamilton, porém ele excedeu os limites da pista e teve de devolver a posição. Verstappen cruzou a linha de chegada 0s745 atrás de Hamilton, finalizando em segundo lugar.

Valtteri Bottas (Mercedes) fez uma corrida seriamente apagada com a e ainda sofreu com um problema no seu segundo pit stop. No fim, o finlandês colocou pneus médios para fazer a volta mais rápida da corrida e terminar a prova em terceiro lugar.

Lando Norris (McLaren) fez boa prova terminando em quarto, logo à frente de Sergio Pérez (Red Bull Racing) que quase não pôde competir com seu carro apresentando problemas antes mesmo da largada. Charles Leclerc (Ferrari) conseguiu o sexto lugar, à frente de Daniel Ricciardo, sétimo na sua primeira corrida com a McLaren. Carlos Sainz Jr. marcou seus primeiros pontos pela Ferrari, sendo seguido por Yuki Tsunoda, que fez sua estreia na F1 com a AlphaTauri. Lance Stroll (Aston Martin) completou a lista dos dez primeiros colocados.

O tetracampeão Sebastian Vettel (Aston Martin) foi apenas o 15.º, enquanto o bicampeão Fernando Alonso (Alpine) abandonou com problemas nos freios traseiros do carro.

Além da vitória, Hamilton bateu mais um recorde: o de número de voltas na liderança. O atual campeão do mundo terminou comum total de 5.125 voltas na liderança de corridas, contra as 5.111 de Michael Schumacher. Quem também estabeleceu um novo recorde foi o finlandês Kimi Räikkönen (Alfa Romeo) que tornou-se no piloto com mais voltas completadas em Grandes Prêmios.

Reações após a prova

Hamilton: vencedor da prova
Verstappen: 2.º colocado

“Foi uma corrida difícil […] Definitivamente parando mais cedo, sabíamos que seria difícil, mas tínhamos que cobrir Max [Verstappen]. Eles tiveram um desempenho incrível durante todo o fim de semana. Então, seria necessário algo realmente especial e paramos para aquele último stint e tentando encontrar o equilíbrio certo entre não acelerar muito e ter pneus vivos […] O final da corrida foi difícil e Max estava em cima de mim no final, mas conseguiu segurá-lo. Foi uma das corridas mais difíceis em um bom tempo, então sou muito grato por isso. Muito grato aos homens e mulheres da fábrica e aos aqui também, por continuamente ultrapassar os limites e nunca desistir, mesmo que sentíssemos que estávamos atrás […] Eu, definitivamente, estou animado e acho, quando você atinge o seu pico, e estou tentando ter certeza de que o tempo é tudo. Acho que provavelmente estou nisso e Max está indo muito bem no momento também. Vai levar tudo e mais para nós fazermos performances como esta, mas nós amamos o desafio. Eu amo o desafio e ainda amo o que faço” — Lewis Hamilton, vencedor da prova

“É assim que eu sou. Prefiro terminar em primeiro com uma penalidade. Olha é assim que eu penso, nem todo mundo tem que concordar com isso. É apenas a primeira corrida da temporada. Também é um bom sinal, porque no ano passado teríamos ficado muito felizes com isso […] É sempre difícil ultrapassar aqui. Eles também tinham mais opções de pneus, só podíamos fazer essa estratégia e eles podiam fazer mais três paradas. Portanto, temos que ver como ajustar melhor os pneus” — Max Verstappen, 2.º colocado

“Os pneus estavam frios, cheguei ao meio-fio, levei muito acelerador e girei. Erro ttotalmente meu. Lamento muito para a equipe, porque eles merecem fazer muito melhor do que isso. Estou muito irritado comigo mesmo e muito triste pela equipe […] Obviamente, sempre há pontos positivos a serem examinados. Meus dias na pista foram ruins, mas as experiências de aprendizagem estão aí. Obviamente, você aprende muito ao longo dos dias, mas tem seus altos e baixos e hoje é um dos maiores baixos.” — Nikita Mazepin, após abandonar a corrida ainda nas primeiras curvas

“Sim, estou desapontado. Que bom que, como equipe, conquistamos bons pontos. Mas, do meu lado, eu senti que a nossa estratégia era mais de defesa do que de ataque, o que me surpreendeu e isso não é normal, não é ideal. Tive ainda uma parada lenta que, no fim, tirou qualquer oportunidade, mas o ritmo foi bom em alguns momentos […] Certamente demos um jeito de lidar com os dois carros nessa situação. Tivemos as escolhas diferentes de pneus e, com isso, pudemos brincar com a estratégia. Do meu lado, poderia ter sido melhor hoje” — Valtteri Bottas, 3.º colocado

Resultado da corrida

Pos. N.º Piloto Construtor Voltas Tempo/Retirado
1 44 UK Lewis Hamilton Mercedes 56 1:32:03.897
2 33 Netherlands Max Verstappen Red Bull-Honda 56 +0.745
3 77 Finland Valtteri Bottas Mercedes 56 +37.383
4 4 UK Lando Norris McLaren-Mercedes 56 +46.466
5 11 Mexico Sergio Perez Red Bull-Honda 56 +52.047
6 16 Monaco Charles Leclerc Ferrari 56 +59.090
7 3 Australia Daniel Ricciardo McLaren-Mercedes 56 +1:06.004
8 55 Spain Carlos Sainz Jr. Ferrari 56 +1:07.100
9 22 Japan Yuki Tsunoda AlphaTauri-Honda 56 +1:25.692
10 18 Canada Lance Stroll Aston Martin-Mercedes 56 +1:26.713
11 7 Finland Kimi Räikkönen Aston Martin-Mercedes 56 +1:28.864
12 99 Italy Antonio Giovinazzi Ferrari 55 +1 volta
13 31 France Esteban Ocon Alpine-Renault 55 +1 volta
14 63 UK George Russell Williams-Mercedes 55 +1 volta
15 5 Germany Sebastian Vettel Aston Martin-Mercedes 55 +1 volta[1]
16 47 Germany Mick Schumacher Haas-Ferrari 55 +1 volta
17† 10 France Pierre Gasly AlphaTauri-Honda 52 Colisão
18† 6 Canada Nicholas Latifi Williams-Mercedes 51 Baterias
Ret 14 Spain Fernando Alonso Alpine-Renault 32 Freios
Ret 9 No flag.svg Nikita Mazepin[2] Haas-Ferrari 0 Acidente

Notícia Relacionada

Fontes

Notas

  1. Sebastian Vettel (Aston Martin) sofreu uma punição de 10 segundos por causar uma colisão com Esteban Ocon (Alpine F1)
  2. Nikita Mazepin detém nacionalidade e licença russa, mas corre sob bandeira neutra depois que o Tribunal Arbitral do Esporte estendeu a proibição da Agência Mundial Antidoping para atletas que competem sob a bandeira russa, devido aos escândalos de doping envolvendo atletas russos. O tribunal também decidiu que a proibição se aplica a todos os Campeonatos Mundiais sancionados pela Federação Internacional de Automobilismo[1][2]
Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit