Guterres alertou para "desastre maciço" devido ao fechamento de escolas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

5 de agosto de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O secretário-geral da ONU, António Guterres, disse que a pandemia de coronavírus causou a maior perturbação educacional da história, com o fechamento de escolas em mais de 160 países afetando mais de um bilhão de estudantes em meados de julho.

"Estamos enfrentando uma catástrofe maciça que pode desperdiçar um potencial humano incalculável, minar décadas de progresso e agravar a desigualdade arraigada", alertou Guterres.

Ele observou que, mesmo antes da pandemia, o mundo enfrentava uma "crise de aprendizado" com mais de 250 milhões de crianças fora da escola e apenas um quarto das crianças nos países em desenvolvimento se formava no ensino médio com "conhecimentos e habilidades básicas".

Estima-se que 23,8 milhões a mais de crianças e jovens, da pré-escola à universidade, podem abandonar a escola ou não acessá-la devido ao impacto econômico da pandemia, de acordo com uma previsão de 180 países da UNESCO e organizações parceiras.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit