Gripe suína afeta mais de 100 países; alerta do surto na América do Sul

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Notícias relacionadas
Pessoas na Cidade do México vestindo máscaras em um trêm pelo vírus H1N1
Mais informações sobre a Gripe:


Agência Brasil

24 de junho de 2009

Os casos de influenza A (H1N1) - gripe suína - no mundo já somam 55.867, de acordo com o último boletim divulgado hoje (24) pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Ao todo, 109 país foram atingidos pela doença e 238 pessoas morreram.

Foram confirmados mais de 3 mil novos casos desde a última segunda-feira (22), quando havia 52.160 ocorrências. O maior número de pessoas infectadas foi registrado nos Estados Unidos (21.449), seguido pelo México (7.847), o Canadá (6.457), o Chile (5.186) e pela Austrália (2.857).

No Brasil, o Ministério da Saúde registrou 94 novos casos de gripe suína – 334 no total. Os estados mais afetados são: São Paulo (50), Minas Gerais (17) e Rio de janeiro (13). Duzentas e dezoito pessoas estão sendo monitoradas.

Mortes na Argentina

O Ministério da Saúde argentino informou que 17 pessoas já morreram vítimas da influenza A (H1N1) – gripe suína – no país. A Argentina é o país da América do Sul com o maior número de óbitos provocados pela doença e o segundo em total de casos confirmados (1.294) – fica atrás apenas do Chile.

De acordo com o último boletim, uma das áreas mais atingidas pela doença é a Província de Buenos Aires, onde 376 casos foram confirmados e 13 pessoas morreram. A maioria dos infectados (26%) tem idade entre 5 e 9 anos.

No Brasil, o Ministério da Saúde recomenda que as viagens para países com transmissão sustentada – que incluem os Estados Unidos, o México, Canadá, Chile, a Argentina e Austrália – sejam adiadas.

Fontes


Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati