Governo do Brasil lança o Programa de Aceleração do Crescimento

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

22 de janeiro de 2007

Brasil — Governo do Brasil lança o Programa de Aceleração do Crescimento.

Introdução

O PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) lançado hoje em Brasília prevê o investimento de R$ 503,9 bilhões nos próximos quatro anos do governo Lula, entre R$ 67,8 bilhões do Orçamento do Governo Central e R$ 436,1 bilhões de estatais e da iniciativa privada[1][2]

É previsto melhoramento do ambiente de investimento com medidas de estímulo ao crédito e ao financiamento.[3]

Antes que os porta-vozes do óbvio digam que falta isso e falta aquilo, esclarecemos que o pacote vai ser implementado em módulos

—Referindo-se as inevitáveis críticas a qualquer plano econômico feito por parte dos economistas.

O pacote prevê a redução da carga tributária e será monitorado pelo Ministério do Planejamento, Fazenda e Casa Civil, segundo Dilma Rousseff.[4][5]

Principais Pontos

Ministro Guido Mantega

Após a apresentação do Ministro Mantega foram resumidos os principais pontos do PAC.[6]

  • Até 2010 serão investidos R$ 503,9 bilhões
  • Meta é crescer 5% ao ano
  • Infra-estrutura pública é prioridade
  • Habitação e saneamento
  • Redução de impostos e tributos
  • Incentivo para computadores e semicondutores
  • Previdência Social

Comentários e análises sobre o PAC

Fontes

Ligações externas