Ginástica rítmica ganha ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Agência Brasil

5 de agosto de 2019

A equipe brasileira de ginástica rítmica conquistou nesta segunda-feira (5) sua primeira medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. As brasileiras marcaram 24,250 pontos na apresentação de equipes de três arcos e dois pares de maças e superaram as equipes do México (23,250 pontos) e de Cuba (22,200 pontos), que ficaram com as medalhas de prata e de bronze.

A conquista amenizou a frustração das atletas pelo resultado obtido no sábado (3). Na ocasião, o grupo ficou com o bronze na disputa por equipes, na qual o Brasil mantinha uma hegemonia de medalhas de ouro nas últimas cinco edições do Pan.

Nas apresentações individuais, a ginasta Bárbara Domingos conquistou a prata na fita. A atleta marcou 17,450 pontos na modalidade e superou a mexicana Karla Diaz, medalhista de bronze com 16,200 pontos. A medalha de ouro ficou com a norte-americana Evita Griskenas, que marcou 17,950 pontos.

Esgrima

O Brasil também alcançou hoje seu melhor resultado na esgrima em todas as edições dos Jogos Pan-americanos. A atleta Bia Bulcão conquistou medalha de bronze na modalidade florete feminino, após ter sido derrotada na semifinal. A vencedora da disputa, a norte-americana Lee Kiefer, é a atual campeã mundial da categoria e detém o título no Pan desde 2010.

Na categoria espada masculina, Nicolas Ferreira perdeu para o venezuelano Rubén Limardo Gascón e está fora da disputa por medalhas. Já o brasileiro Athos Schwantes venceu o argentino José Feliz Domínguez por 15 a 10 e avançou para as quartas-de-final.

Tênis de mesa

No tênis de mesa feminino, as brasileiras Bruna Takahashi e Jéssica Yamada venceram as partidas realizadas hoje e avançaram às quartas-de-final. Bruna superou a equatoriana Nathaly Paredes por 4 sets a 1 (11/6, 11/6, 15/17, 11/5 e 11/4). Jéssica venceu a cubana Daniela Fonseca por 4 sets a 2 (11/9, 11/6, 6/11, 9/11, 11/8 e 11/7).

Na disputa por duplas mistas, a equipe brasileira formada pelos atletas Gustavo Tsuboi e Bruna Takahashi venceram os porto-riquenhos Brian Afanador e Adriana Díaz por 4 a 1 (7/11, 13/11, 15/13, 11/9 e 11/7). Com o resultado, a dupla foi para a disputar da medalha de ouro, mas perdeu para os canadenses Mo Zhang e Eugene Wang por 4 a 1 e ficaram com a prata.

Outras modalidades

Na ginástica de trampolim, o brasileiro Rayan Dutra ficou sem medalha após marcar 55,215 pontos em sua apresentação. Ele terminou o Pan de Lima em quinto lugar. A medalha de ouro ficou com o canadense Jérémy Chartier (57,440 pontos). Os norte-americanos Jeffrey Gluckstein (57,290 pontos) e Rubén Padilla (57,160 pontos) ficaram com a prata e o bronze.

No polo aquático, a equipe feminina do Brasil disputou hoje sua segunda partida no Pan e para os Estados Unidos e perdeu por 20 a 4. Na primeira partida, realizada no domingo (4), as atletas haviam vencido a Venezuela pelo placar de 15 a 4.

Nos saltos ornamentais, os brasileiros Isaac Nascimento de Souza e Kawan Pereira disputaram a preliminar da plataforma de 10 metros e se classificaram para a final. Isaac terminou em sexto, enquanto Kawan ficou em 11º lugar. A final será realizada ainda hoje (5), às 22h37 (horário de Brasília).

Quadro de medalhas

O Brasil segue na vice-liderança do quadro de medalhas dos Jogos Pan-Americanos de Lima. A delegação conquistou 23 medalhas de ouro, 17 de prata e 35 de bronze, 75 no total. O Canadá aparece em seguida, com 21 medalhas de ouro, 38 de prata e 25 de bronze, 84 no total. A liderança do quadro está com os Estados Unidos, que já conquistaram 57 medalhas de ouro, 46 de prata e 37 de bronze, totalizando 140 medalhas.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati