Futebol argentino suspenso devido a pandemia de COVID-19

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

17 de março de 2020

A Argentina suspendeu o futebol profissional devido à pandemia de COVID-19. Na semana anterior, uma controvérsia foi gerada, porque o clube do River Plate havia fechado seu estádio e não realizou o primeiro jogo da Superliga contra o Atlético Tucumán. O resto das equipes havia jogado a portas fechadas, mas haviam opiniões contra e a favor da posição do River Plate.

A Associação de Futebol Argentino e o sindicato dos jogadores de futebol decidiram seguir as medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde da Argentina e os jogos seguiram a portas fechadas. Alberto Fernández, presidente da Argentina, falou a favor dos clubes que continuaram a jogar e afirmou que gostaria que as transmissões de televisão fossem gratuitas.

Eu adoraria que, neste momento, eles dessem aos argentinos a possibilidade de assistir aos jogos não através de um sistema fechado, mas através da televisão aberta. Como vamos ficar em casa, é divertido assistir a jogos de futebol.

Alberto Fernández

No entanto, diante de reclamações de muitos jogadores, o Ministro do Turismo e Esportes, Matías Lammens decidiu suspender as partidas até 31 de março. "Era conveniente não começar a Copa. Se não tomarmos uma decisão como a do River, colocaremos a realidade de Banfield em perigo. Hoje o clube está fechado, exceto pelas instalações de treinamento Primeira e Reserva. River marcou o caminho que todos queríamos", afirmou Lammens.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com