França discute lei contra violência nos vídeos da web

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

7 de março de 2007

Deputados franceses encaminharam uma medida que limita o direito de publicar vídeos com imagens de violência em sites de compartilhamento de vídeos, como o YouTube, apenas para jornalistas e empresas de comunicação.

O projeto entrou na pauta de discussões de parlamentares franceses após a polícia local constatar vários casos de violência publicados em sites de vídeo.

De acordo com jornais franceses, a Assembléia Nacional, discute a medida esta semana e poderá levá-la a votação ainda este mês.

O problema

O serviço incentivaria a rivalidade entre gangues e, de acordo com a polícia local, postar um vídeo em que um adversário é surrado tornou-se uma espécie de “troféu” para grupos de jovens violentos.

A proposta

O projeto não visa bloquear os vídeos da internet, mas sim ter uma lei que dê respaldo à Justiça para condenar quem faz apologia da violência na internet.

Liberdade de expressão

Organizações civis, no entanto, contestam a medida. Para grupos de defesa da liberdade de expressão, a proposta é autoritária e intimidaria cidadãos inclinados a usar a internet para denunciar casos de violência policial e abuso de autoridade.

Fontes