Equador fortalece ações contra a corrupção

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Presidente Lenín Moreno em 2017.
Imagem: ANDES News Agency.

19 de junho de 2017

O presidente do Equador, Lenín Moreno, convocou esforços para construir um país melhor. Uma das ações é continuar e fortalecer a luta contra a corrupção. O vice-presidente Jorge Glas ofereceu sua ajuda em casos desonestidade. Em junho, a ONU destacou as ações do Equador contra a corrupção.

O presidente Moreno criou a Frente Anti-Corrupção. A Frente é composta por advogados, repórteres, artistas, técnicos, cientistas sociais e econômicos. A ação principal da Frente é exortar funcionários judiciais a punir os corruptos. Sua primeira reunião foi em junho.

O vice-presidente Glas pediu para ser convidado para a Asamblea Nacional (Assembléia Nacional, o Parlamento equatoriano) para expor sobre o caso da Odebrecht. Ele concorda em combater atividades ilegais.

Prevenir a corrupção é essencial para o ponto em que é um dos principais objetivos das Nações Unidas.

Secretária da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, Simone Monasebian

Já existem pessoas detidas e sob investigação, por exemplo, do caso da Odebretch (Internacional), Etapa (Equador), Petroecuador (Equador). A empresa internacional Odebrecht pediu desculpas por atos de corrupção.

As Nações Unidas (ONU) destacaram os esforços do Equador contra a corrupção como um exemplo para a região. Prevenir a corrupção é um dos principais objetivos da ONU.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati