Equador fortalece ações contra a corrupção

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Presidente Lenín Moreno em 2017.
Imagem: ANDES News Agency.

19 de junho de 2017

O presidente do Equador, Lenín Moreno, convocou esforços para construir um país melhor. Uma das ações é continuar e fortalecer a luta contra a corrupção. O vice-presidente Jorge Glas ofereceu sua ajuda em casos desonestidade. Em junho, a ONU destacou as ações do Equador contra a corrupção.

O presidente Moreno criou a Frente Anti-Corrupção. A Frente é composta por advogados, repórteres, artistas, técnicos, cientistas sociais e econômicos. A ação principal da Frente é exortar funcionários judiciais a punir os corruptos. Sua primeira reunião foi em junho.

O vice-presidente Glas pediu para ser convidado para a Asamblea Nacional (Assembléia Nacional, o Parlamento equatoriano) para expor sobre o caso da Odebrecht. Ele concorda em combater atividades ilegais.

Prevenir a corrupção é essencial para o ponto em que é um dos principais objetivos das Nações Unidas.

Secretária da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, Simone Monasebian

Já existem pessoas detidas e sob investigação, por exemplo, do caso da Odebretch (Internacional), Etapa (Equador), Petroecuador (Equador). A empresa internacional Odebrecht pediu desculpas por atos de corrupção.

As Nações Unidas (ONU) destacaram os esforços do Equador contra a corrupção como um exemplo para a região. Prevenir a corrupção é um dos principais objetivos da ONU.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati