Envenenamento de Navalny: Moscou faz defesa enfadonha

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

17 de setembro de 2020

Após constatarem que Alexei Navalny foi envenenado, Moscou fez uma defesa enfadonha, contra um processo criminal e argumentando que isso seria processualmente impossível sem fornecer a Rússia os resultados de um exame feito na Alemanha.

Moscou está apresentando o mesmo argumento usado depois que o boeing malaio foi abatido na Ucrânia em 2014, diz Roman Dobrokhotov, editor-chefe do Insider. Em sua opinião, o Kremlin quer mais uma vez arrastar o Ocidente para a burocracia.

Mas agora ninguém no Ocidente vai acreditar neste jogo, acredita Roman Dobrokhotov: “Todas as declarações dos líderes europeus sobre este assunto são muito inequívocas. E a declaração de Moscou de que os investigadores russos não têm motivo para iniciar um processo criminal parece absurda. Portanto, a posição de Vladimir Putin é francamente fraca, é impossível defendê-la no espaço de informação internacional e mesmo russo”.

É difícil imaginar como o Kremlin vai se defender ainda mais, observou o jornalista. Parece-lhe que não têm alternativa.

A droga Novichok é proibida universalmente e o próprio fato de ter sido usada no território da Federação Russa é uma violação grosseira do direito internacional, lembrou o editor-chefe da Insider. Portanto, "as consequências para o Kremlin aqui podem ser muito graves", resumiu.

Por sua vez, o político Gennady Gudkov tem certeza de que o envenenamento de Navalny foi uma "operação especial" acordada pessoalmente com Vladimir Putin.

“É verdade, a operação falhou”, disse ele em um comentário ao Voz da América. “O Kremlin acreditava que ninguém iria descobrir a verdade, não iria encontrar vestígios de veneno. E sua presença já foi confirmada por três laboratórios independentes em diferentes países. Agora [...] então as autoridades simplesmente negam o óbvio, fingem que não sabem de nada, fazem um monte de perguntas desnecessárias, insinuam que Navalny foi envenenado no Ocidente”, diz ele.

“O resto do mundo está indignado com o fato de que, no século XXI, métodos medievais de acerto de contas com oponentes políticos são usados. O Kremlin está bem ciente de que o Ocidente não vai acreditar neles em nenhuma circunstância, mas para eles isso não é mais importante”, disse Gennady Gudkov.

Ao mesmo tempo, o político afirma que a investigação dentro do sistema judicial existente na Rússia não tem sentido, "mesmo que amanhã em Moscou eles anunciem repentinamente que irão destinar todas as suas forças" ao caso.

“No Kremlin, eles não vão cavar a própria sepultura com as próprias mãos. Portanto, nenhuma investigação objetiva pode ser esperada”, concluiu.

Fontes

Ligação a um site em russo Victor Vladimirov. Отравление Навального: Москва ушла в глухую защитуVOA, 17 de setembro de 2020

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com