Empresa The North Face tenta manipular Wikipédia para se promover

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wikimedia Foundation headquarters
Histórias Relatadas
Mais informação na Wikimedia Foundation
Uma pessoa edita uma página da Wikipédia durante a Editatona Europeana Fashion Madri 2015.
Foto: Barcex/Wikimedia Commons.

29 de maio de 2019

Esta quarta-feira, a Wikimedia Foundation (Fundação Wikimedia) publicou uma nota em seu blog em que lamentava que a empresa The North Face, especializada em roupas, lãs, calçados e equipamentos, em associação com a agência de publicidade Leo Burnett Tailor Made, manipulara «sem ética» a Wikipédia e arriscava «sua confiança em nossa missão por uma efêmera estratégia de marketing».

Em um vídeo de uma campanha conjunta, as empresas se perguntaram a forma em que uma marca pode chegar aos primeiros lugares na Google Busca sem pagar. Sua resposta, ao considerar que as imagens da Wikipédia eram da primeira que era observada, foi mudar tais imagens e substituí-las por fotografias promocionais da marca. Segundo a mídia especializada The Verge, a empresa aproveitou vantagens dos artigos de locais turísticos, como o Parque da Guarita no Brasil ou Huayna Picchu no Peru, para substituir as imagens e posicionar seus produtos.

A mídia detalha que foram substituídas as imagens anteriormente colocadas pelos colaboradores da Wikipédia e foram substituídas por imagens próprias ou foram adicionados produtos da North Face às das existentes. No histórico do artigo do Parque Estadual Guarita na Wikipédia em inglês, observa-se como o usuário Gmortaia adicionou a imagem promocional, posteriormente retirada pelo administrador Gamaliel. O usuário Gmortaia foi bloqueado por conflito de interesse. No caso de Huayna Picchu, a tentativa promocional ocorreu na edição em português, onde o usuário Ligiamendes04 (também bloqueado por ser uma conta marionete de Gmortaia) adicionou uma foto promocional, também retirada.

No vídeo, a marca se congratula de «ter feito o que ninguém», em referência à modificação das imagens e garante que conseguiu alcançar as primeiras posições na pesquisa do Google ao «colaborar com a Wikipédia» e sem pagar. A produção foi publicada pela AdAge que, segundo o relatório da Fundação Wikimedia, organização matriz da Wikipédia, afirma que o «"maior obstáculo" foi manipular o site "sem atrair a atenção [dos] moderadores da Wikipédia"». Na nota, reitera que adicionar conteúdo somente para «promoção comercial vai contra as políticas, propósitos e a missão da Wikipédia de oferecer conhecimento neutro, baseado em fatos, ao mundo».

Depois de conhecer a situação, os colaboradores da Wikipédia retiraram as imagens ou as modificaram para retirar os logotipos comerciais. O blog conclui convidando as empresas a «aprenderem as melhores práticas estabelecidas de participar adequadamente na Wikipédia e apoiar o bem público». Para Dami Lee, do The Verge, «não está realmente clara como aproveitar uma plataforma educativa para publicidade gratuita faz outra coisa que pintar sua própria marca como gananciosa e desonesta».

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati